Universidade do Algarve está em busca de estudantes brasileiros

Brasileiros já são a maior comunidade estrangeira na respeitada UALg, que oferece mais de 40 cursos pelo ENEM

Por FRANCISCO EDSON ALVES

Especial.- Universidade de Algarve
Especial.- Universidade de Algarve -

Rio - Representantes da Universidade do Algarve (UALg), uma das faculdades portuguesas que mais recebem alunos brasileiros, estão no Brasil estreitando laços e buscando interessados em ingressar no Ensino Superior português, tido como um dos melhores do mundo. No dia 21, no Rio, eles participaram do ExpoPós, maior feira universitária da América Latina. Através do seminário "Algarve, Portugal - Estudar onde é bom viver", dezenas de interessados em estudar além-mar a partir do próximo ano, trocaram experiências com alunos e ex-alunos da instituição.

"Os estudantes brasileiros já são nossa maior comunidade internacional. O interesse tem crescido a cada ano, e nosso objetivo é estar mais próximo desse público", afirma André Botelheiro, coordenador de comunicação da UALg. "Estou vislumbrado com a qualidade do ensino português e maravilhado com as belezas de lá", diz o estudante carioca Antônio Carlos da Silva, de 19 anos. A primeira fase de apresentação de candidaturas por meio de notas do Enem será entre 3 de dezembro e 31 de janeiro.

A universidade do Sul de Portugal tem enviado representantes para eventos educacionais no Brasil desde o início do ano. A forte presença no Brasil tem se justificado em números, com um aumento exponencial de alunos.

Dos cerca de 1,5 mil novos alunos de 70 países que a universidade portuguesa recebe por ano, a maioria é de origem brasileira. Atualmente aproximadamente 900 brasileiros estudam na UAlg, sendo que mais de 500 frequentam curso de graduação, após ingressarem com nota do Enem. Os demais, realizam intercâmbios ou cursos de pós-graduação (mestrados ou doutoramentos).

Outro meio de atrair os alunos daqui são os cursos gratuitos de verão. Recentemente, 40 estudantes brasileiros do Ensino Médio frequentaram o chamado Summer Campus, que ostenta mais de 20 cursos, em diversas áreas. "Eles conheceram não apenas a Universidade, mas todos os atrativos do Algarve. Estamos em uma região privilegiada, com um clima agradável, entre as melhores praias do país e a tranquilidade e segurança que todos buscam", detalha Botelheiro.

Campeã em fama mundial

Os brasileiros que querem um dos mais de 40 cursos da UALg pelo ENEM, devem ficar atentos aos prazos. A primeira fase, de apresentação de candidaturas, vai de 3 de dezembro a 31 de janeiro. Detalhes em www.ualg.pt.

É exigido um mínimo de 500 pontos na prova de redação e 475 em cada uma das provas restantes. A taxa é de 50 euros (R$ 212,00).

Os diplomas da UAlg são válidos e em toda União Europeia, permitindo pós-graduação em qualquer lugar da Europa. A anuidade para o ano letivo de 2019/20 varia entre 3 mil e 4 mil euros (R$ 13 mil e R$ 17,3 mil), divididos em até oito vezes. Há 65 bolsas para as melhores notas.

A UALg está no ranking do Times Higher Education (THE) Young University Rankings 2018. Entre as seis universidades portuguesas, a UAlg obtém a classificação máxima em projeção internacional. Depois de integrar pelo segundo ano consecutivo o ranking mundial das universidades, de acordo com o Times Higher Education (THE), a UAlg faz parte ainda da lista das melhores do mundo no Shanghai Ranking's Global Ranking of Academic Subjects 2018.

 

Galeria de Fotos

Especial.- Universidade de Algarve Fotos de Divulgação/ UALg
Cursos superiores em mais de 40 áreas atraem cada vez mais brasileiros para a universidade que fica ao Sul de Portugal Fotos de Divulgação/ UALg

Comentários

Últimas de Rio de Janeiro