Prefeito em exercício de Niterói diz que serviços serão mantidos

Bagueira assumiu o cargo após a prisão do prefeito Rodrigo Neves, acusado de participar de um esquema de corrupção no transporte coletivo do município

Por Agência Brasil

Prefeitura de Niterói
Prefeitura de Niterói -

Rio - O prefeito em exercício de Niterói, vereador Paulo Bagueira, se reuniu com secretários municipais, nesta terça-feira, e garantiu que os serviços prestados à população não serão interrompidos. Bagueira assumiu o cargo após a prisão do prefeito Rodrigo Neves, acusado de participar de um esquema de corrupção no transporte coletivo do município.

Segundo nota enviada pela prefeitura, Bagueira chegou cedo ao local e "se reuniu com secretários municipais para tomar conhecimento do andamento dos principais programas e projetos desenvolvidos por cada pasta". Ele também despachou com assessores e "assegura que todos os serviços prestados à população continuarão funcionando normalmente e os cronogramas de obras e projetos serão cumpridos".

A Câmara Municipal, que era presidida por Bagueira, confirmou que o ofício do desembargador Luiz Noronha Dantas, que suspendeu o mandato de Neves, foi lido nesta segunda-feira em sessão extraordinária dos vereadores. Bagueira assumiu o posto de prefeito automaticamente.

A cidade está sem vice-prefeito, já que o eleito na chapa de Neves, Comte Bitencourt, renunciou ao cargo em dezembro do ano passado para permanecer como deputado estadual, mandato que termina nesta legislatura.

Operação Alameda

A Operação Alameda prendeu o prefeito de Nirerói, o operador financeiro do esquema, Domício Mascarenhas, e os presidentes dos consórcios de ônibus Transoceânica, João Félix, e TransNit, João dos Anjos. Eles foram encaminhados para o presídio José Frederico Marques, em Benfica. A Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) informou que não divulga informações sobre transferências de presos por questões de segurança.

Últimas de Rio de Janeiro