Crivella pretende se reunir com Bolsonaro para renegociar dívidas no Rio

Prefeito prestigiou a cerimônia de posse de Wilson Witzel, na Alerj, nesta terça-feira

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Witzel e Crivella
Witzel e Crivella -

Rio - O prefeito Marcelo Crivella (PRB) defendeu nesta terça-feira uma ida a Brasília junto com o governador recém-empossado Wilson Witzel (PSC), para discutir com o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) uma renegociação da dívida do município e do Estado. Crivella reclamou dos juros praticados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.

Leia mais: Wilson Witzel toma posse do Governo do Rio

"Tanto eu quanto o Witzel temos que ir a Brasília renegociar dívida. A Olimpíada foi, como todos nós sabemos, um momento em que o município e o Estado gastaram muito, e também foram vítimas de episódios horrorosos de corrupção. Foram bilhões de reais que sufocam as contas públicas. Tanto eu quanto ele temos que a ir a Brasília falar com Bolsonaro para resolver isso", disse Crivella a jornalistas, na chegada à cerimônia de posse de Witzel no Palácio Tiradentes, sede da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro.

Últimas de Rio de Janeiro