Nova secretaria analisará projetos de inovações tecnológicas

Governador Wilson Witzel anunciou pasta nesta terça

Por ADRIANA CRUZ

O engenheiro Roberto Motta assume a secretaria anunciada por Wilson Witzel, com planos para busca de criminosos e mancha criminal em tempo real
O engenheiro Roberto Motta assume a secretaria anunciada por Wilson Witzel, com planos para busca de criminosos e mancha criminal em tempo real -

Rio - Buscar parcerias para implantação de projetos de modernização em áreas como Educação, Segurança Pública e Saúde. Esta será a maior missão da nova Secretaria de Iniciativas Estratégicas. A pasta, que foi anunciada nesta terça-feira no DIA Online , será comandada pelo engenheiro Roberto Motta. "A secretaria irá coordenar diversos projetos estratégicos, apoiando e coordenando os esforços de outras secretarias", anunciou o governador Wilson Witzel.

De acordo com o governador, uma das metas é ficar de olho em apresentação de projetos. "Um dos primeiros projetos da nova secretaria será apoiar o BNDES na criação de um Fundo de Investimento Privado para trazer tecnologias inovadoras para as atividades do estado", arrematou Witzel.

Novas tecnologias

Para o novo secretário, o maior foco será a análise de projetos relacionados às inovações tecnológicas. Entre os alvos de Roberto Motta está a criação de um Fundo de Investimento Privado com direcionamento de recursos para as áreas de Segurança, Educação e Saúde, iniciativa do BNDES. "Vamos fazer projetos-piloto para ter a capacidade de disputar porque o fundo pretende contemplar todos os estados e a união, então temos que estar preparados", afirmou Motta.

Ele garante que na 'manga' tem duas opções: apostar em busca de criminosos por meio de câmeras com programa de reconhecimento facial e também a criação de programa capaz de analisar em tempo real a mancha criminal em vários pontos da cidade. "Imagina um policial estar sentado à sua mesa e através do Google, por exemplo, receber informações sobre os índices de criminalidade naquele momento", exemplificou Motta.

No início da Operação Verão, a Polícia Militar passou a usar uma câmera dotada de sensor térmico capaz de localizar pessoas armadas a quatro quilômetros de distância nas orlas da Zona Sul e Oeste. O equipamento fica acoplado a um dos helicópteros do Grupamento Aeromóvel (GAM), que, faz sobrevoos de monitoramento das praias do Leme a Grumari.

Embora o programa do BNDES de criação de um fundo seja uma meta, o projeto ainda está em fase embrionária. Segundo o banco, a proposta foi alinhavada no ano passado, mas com a mudança de governo aguarda os próximos passos. Em síntese, o órgão angariaria recursos para serem investidos em inovações tecnológicas, mas ainda serão avaliadas as contrapartidas dos governos e estruturação do fundo.

Trabalho não falta. A secretaria de Educação anunciou que 20 mil alunos ficarão fora das salas de aulas e a nova pasta tem o objetivo de ajudar outras repartições. No governo, Roberto Motta colabora desde a época da transição entre novembro e dezembro. Foi secretário-executivo do Conselho e depois assessor do governador para projetos estratégicos, principalmente, em razão do fim da Secretaria de Segurança Pública.

Galeria de Fotos

O engenheiro Roberto Motta assume a secretaria anunciada por Wilson Witzel, com planos para busca de criminosos e mancha criminal em tempo real Philippe Lima / Governo do RJ
Roberto Motta Divulgação

Comentários