Polícia Civil em operação em Belford Roxo, nesta sexta. Mortes por intervenção policial na Baixada tiveram alta em janeiro - Reprodução / Internet
Polícia Civil em operação em Belford Roxo, nesta sexta. Mortes por intervenção policial na Baixada tiveram alta em janeiroReprodução / Internet
Por RAFAEL NASCIMENTO

Rio - Policiais civis da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) fazem, na manhã desta sexta-feira, uma operação para prender três suspeitos pela morte do PM Francisco Fernandes Souza, de 38 anos. O cabo foi assassinado com mais de 10 tiros no peito, no último 23 de janeiro, por ter repreendido usuários de drogas no Parque Martinho, em Belford Roxo.

De acordo com o titular da DHBF, o delegado Daniel Rosa, no momento do crime, o PM foi abordado por dois homens de moto e um terceiro em uma bicicleta. Com base em investigações e trabalho de inteligência, os policiais conseguiram identificar os criminosos e pedir à Justiça os mandados de prisão, que vão ser cumpridos no Vale do Ipê e no Complexo do Roseiral, em Belford Roxo.

A ação de hoje conta com apoio das delegacias de Homicídios da Capital (DH) e de Niterói e São Gonçalo (DHNSG), da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) e da Polícia Militar.

O cabo Francisco Fernandes Souza foi morto no último 23 de janeiro - Divulgação / Disque Denúncia

Você pode gostar
Comentários