Chefe de facção criminosa do Rio é preso em apartamento de luxo na Paraíba, onde vivia como pintor de telas

Contra Lico, havia 42 anotações criminais entre homicídio, lesão corporal, extorsão mediante sequestro, estupro e posse ilegal de armas

Por O Dia

Lico foi preso na Paraíba
Lico foi preso na Paraíba -

Rio - Luiz Claudio Sant'anna, conhecido como Lico, 57 anos, foi preso em um apartamento de luxo à beira mar em João Pessoa, na Paraíba, na noite desta sexta-feira. De acordo com a Polícia Civil, o homem é um dos principais chefes da facção criminosa Comando Vermelho. 

Contra Lico, havia 42 anotações criminais entre homicídio, lesão corporal, extorsão mediante sequestro, estupro e posse ilegal de armas. Segundo os investigadores, em João Pessoa, o homem levava uma vida pacata. Ele ocupava o tempo pintando quadros a óleo. Ele assinava as obras como Luiz Águia.

Ainda de acordo com a polícia, apesar de morar na Paraíba, Lico comandava a venda de drogas  e armas no Complexo do Viradouro, em Niterói, na Região Metropolitana. Ele é classificado pela polícia como um "homem violento".

Homem assinava quadros como Luiz Águia - Divulgação

A prisão do criminoso aconteceu em uma operação conjunta entre agentes da Polícia Civil, da 77ª DP, (Icaraí) e policiais Paraíba. A polícia informou que ele não reagiu à ordem de prisão.

Galeria de Fotos

Lico foi preso na Paraíba Divulgação
Homem assinava quadros como Luiz Águia Divulgação

Comentários