Cabo Diego foi morto quando chegava à universidade em Nova Iguaçu - Arquivo Pessoal
Cabo Diego foi morto quando chegava à universidade em Nova IguaçuArquivo Pessoal
Por O Dia

Rio - Pelo menos dois PMs foram baleados no Rio durante diferentes tentativas de assaltos, em menos de cinco horas; um deles não resistiu aos ferimentos e morreu. O caso mais recente foi o do soldado Rafael S. Combos Souza, em Niterói, na Região Metropolitana do estado. Por volta das 23h desta quarta-feira, o agente foi abordado por dois homens em uma moto, na Avenida Carlos Ermelindo Marins, em Jurujuba.

De acordo com a Polícia Militar, quando o assalto foi anunciado, o soldado, que estava de carro, fugiu e os bandidos atiraram contra ele. O PM foi atingido, mas conseguiu dirigir até o quartel do Corpo de Bombeiros de Charitas.

De lá, o soldado, que é lotado no 12º BPM (Niterói), foi levado para o Hospital Estadual Azevedo Lima (Heal). O agente passa bem e o carro dele foi levado para a 79° DP (Jurujuba), onde o caso foi registrado.

Cabo morto

Cerca de cinco horas antes, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, o cabo Diego Rodrigues da Silva morreu quando chegava à faculdade onde cursava Direito. O agente estacionava o carro nas proximidades da Universidade Iguaçu (Unig) quando foi abordado por três bandidos.

O policial reagiu e, na troca de tiros, foi baleado por pelo menos cinco disparos. Ele foi socorrido no Hospital Geral de Nova Iguaçu (Posse), mas não resistiu aos ferimentos. Dois dos três criminosos envolvidos no assalto foram presos, um deles baleado.

Você pode gostar
Comentários