Angra segue em alerta após temporais que castigaram a cidade por 12 horas

Há estragos em boa parte do município, onde sirenes tocaram em 14 bairros. Não há feridos

Por FRANCISCO EDSON ALVES

Agentes da Defesa Civil de Angra percorrem o município desde a noite desta sexta-feira, socorrendo moradores
Agentes da Defesa Civil de Angra percorrem o município desde a noite desta sexta-feira, socorrendo moradores -

 Angra dos Reis - Apesar de a chuva ter diminuído na região, a Defesa Civil de Angra dos Reis, na Costa Verde, continua em estado de Alerta. Por 12 horas seguidas a cidade foi castigada por temporais. Sirenes de segurança foram acionadas em pelo menos 14 bairros em áreas de risco. Estragos foram provocados por todo o município, além de rodovias do estado e federal, onde foram registrados deslizamentos de encostas e inundações. Não há notícia de feridos. A recomendação é de cautela para quem tem a cidade como destino neste Carnaval.

Segundo o governo municipal, os bairros mais atingidos, com ruas e casas alagadas, foram Centro, Balneário e Japuíba. Mas sirenes e mensagens de texto para evacuação de áreas foram enviadas também para moradores dos bairros Areal, Banqueta, Lambicada, Jacuacanga, Morro do Moreno, Praia do Machado, Camorim, Camorim Pequeno, Campo Belo, Divinéia, Encruzo da Enseada, Japuíba, Nova Angra e Vila Nova. O alerta foi para possíveis alagamentos e deslizamentos de terra, que chegaram a ocorrer, como na Rua Ilha do Arroz, na localidade de Ribeira.

Na RJ-155 (Rodovia Saturnino Braga, que liga Angra a Barra Mansa),  uma rocha caiu sobre a via e bloqueou parte da estrada, próximo ao Túnel da Serra D`água. Na Rio-Santos, na altura de Monsuaba, o fluxo segue no sistema siga-pare. O rio que corta o bairro Camorim transbordou, alagando várias casas e veículos.

 

Em diversos bairros de Angra, como no Camorim, moradores tiveram prejuízos com enchentes - Divulgação: Redes sociais

Desde a noite desta sexta-feira, agentes da Defesa Civil e Secretaria Municipal de Obras de Angra percorrem o município, fazendo um levantamento dos estragos. Há também muitas árvores caídas sobre fiações e vias públicas. Embora a previsão da meteorologia indicasse 50 mm de chuva, a Defesa Civil informou que quase 100 mm foram registrados em apenas uma hora na noite desta sexta-feira.

"A maioria dos moradores de áreas de risco foram para casas de parentes e amigos. Continuamos recomendando para que as pessoas continuem obedecendo os sinais de alertas. Isso é fundamental para prevenirmos transtornos mais graves", afirmou à imprensa local, o porta-voz da Defesa Civil, Lauro de Oliveira. De acordo com o Climatempo, a previsão deste sábado para Angra dos Reis é de sol com muitas nuvens durante o dia, com períodos de nublado, com chuva a qualquer hora. Há riscos ainda de temporais, com temperatura variando de 22 a 30 graus.

Galeria de Fotos

Agentes da Defesa Civil de Angra percorrem o município desde a noite desta sexta-feira, socorrendo moradores Divugação: Defesa Civil
Em diversos bairros de Angra, como no Camorim, moradores tiveram prejuízos com enchentes Divulgação: Redes sociais

Comentários