Universitária baleada na cabeça durante o Carnaval está em estado grave

Moradora de Nova Iguaçu, Lorena Muniz estava com a família em Cabo Frio para o feriadão

Por RAI AQUINO

Lorena foi atingida na cabeça
Lorena foi atingida na cabeça -

Rio - É grave o estado de saúde da universitária baleada na cabeça durante uma confusão na madrugada da terça-feira de Carnaval, na Praia do Forte, em Cabo Frio, na Região dos Lagos. Moradora de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, Lorena Muniz Resende, de 19 anos, está internada no Hospital Pasteur, no Méier, na Zona Norte da capital.

A universitária está na UTI e continua com a bala que a atingiu alojada na cabeça. Nesta quinta, ela fou submetida a uma traqueostomia "(A estudante) segue internada na Unidade de Terapia Intensiva, recebendo cuidados permanentes e respirando por meio de ventilação mecânica", a assessoria do hospital informou, através de nota.

Lorena cursa o quarto período de Farmácia na Universidade Iguaçu (Unig). Ela estava no município da Região dos Lagos passando o Carnaval com a família.

A universitária estuda Farmácia na Unig - Arquivo Pessoal

Tentativa de assalto

A universitária foi baleada durante uma tentativa de assalto na faixa de areia da praia, na altura da Avenida Nilo Peçanha. De acordo com a Polícia Militar, Douglas André Santos de Moraes, 32, tentou assaltar uma pessoa, que reagiu e houve disparos de tiros. Ele foi preso.

"A gente já estava recolhendo as coisas para ir embora, quando houve um corre-corre. Consegui proteger o meu primo, jogando o meu corpo sobre ele. Depois que os disparos acabaram, encontramos a Lorena caída no chão", conta o vendedor Vinícius Muniz, de 27 anos, primo de Lorena.

Um vídeo que circula na Internet mostra o momento em que a estudante é socorrida na areia da praia; assista!

Uma vítima fatal

No tiroteio, João Igor da Silva Rangel, de 19 anos, morador de Cabo Frio, morreu; e Luís Guilherme Corrêa Perobelli, 28, também de Nova Iguaçu, e Thiago Rodrigo Reis Mota Cabral, 21, de Duque de Caxias, também ficaram feridos.

Vinícius conta que depois de ser atingida a prima foi levada pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital Central de Emergência de Cabo Frio e transferida para o Pasteur no mesmo dia, já à noite. A universitária perdeu muito sangue e os familiares e amigos fazem uma campanha de doação de sangue.

"Usamos as redes sociais dela e de amigos e conseguimos uma adesão muito boa. Até agora, foram quase 200 pessoas que doaram", afirma o vendedor.

A família avisa que a campanha de doação continua. As doações podem ser feitas de segunda à quinta, de 8h às 17h, e às sextas, de 8h às 16h, no hemocentro que fica na Rua Manuela Barbosa, 50, no Méier. Podem doar pessoas com qualquer tipo sanguíneo.

Galeria de Fotos

Lorena foi atingida na cabeça Arquivo Pessoal
A universitária estuda Farmácia na Unig Arquivo Pessoal

Comentários