Polícia prende suspeita de matar policial na Baixada

Leandro Marque Verli estava de folga quando foi atingido na cabeça, em outubro de 2018

Por O Dia

Polícia prende acusada de matar policial na Baixada
Polícia prende acusada de matar policial na Baixada -

Rio - Policiais da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) prenderam, nesta segunda-feira, uma jovem suspeita de participar da morte de um policial rodoviário federal. Glenda Maria Souza de Azevedo, de 20 anos, é apontada por ter participado diretamente da morte de Leandro Marques Verli, de 39 anos, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, em outubro do ano passado.

De acordo com a Polícia Civil, uma investigação da DHBF mostrou que Glenda e outros investigados participaram do crime. No entanto, Adalto Gomes de Oliveira Júnior, de 23 anos; Marcos Paulos Carvalho Cardoso, de 24 anos e Cristiano Alexandre Carlos da Silva Júnior, 19 anos, seguem foragidos.

Ainda segundo a Polícia, Erick Luiz Santos da Silva, de 20 anos; Antônio Carlos Duarte da Silva, de 22 anos, e Thiago de Araújo Souto Maior, de 20 anos, foram presos em flagrante por estarem portando o relógio do policial rodoviário, roubado no dia do crime.

O crime

Leandro Marques Verli, de 39 anos, estava de folga quando foi atingido na cabeça dentro de seu carro na Rua Nilópolis, no bairro Tomazinho, no dia 15 de Outubro de 2018. O policial ingressou na PRF em 2003 e era lotado em Resende, no Sul Fluminense.

Galeria de Fotos

Polícia prende acusada de matar policial na Baixada Divulgação
Leandro era lotado em Resende Divulgação

Comentários