Mais Lidas

Equipamentos especiais para manusear armas

A polícia também apreendeu duas chaves para montar fuzis

Por Maria Luisa de Melo

Uma mesa de madeira usada para montar e desmontar armamentos e duas chaves usadas para manutenção de fuzis foram localizadas em endereço que seria usado pelo sargento da Polícia Militar reformado Ronnie Lessa. Ele foi preso na última terça-feira, acusado de ser o autor dos tiros que mataram Marielle Franco. O material foi levado para a sede da Divisão de Homicídios, na Barra da Tijuca. 

Para preservar a investigação, o endereço da apreensão não foi informado pela polícia. Mas agentes afirmaram que o local era um ponto usado por Lessa para manutenção de seu arsenal.

A origem dos 117 fuzis apreendidos na terça-feira está sendo alvo de investigação da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarm). Segundo o titular da especializada, Marcos Amin, a polícia investiga se Lessa praticava o tráfico de armas.  

"São réplicas muito boas de plataformas de (fuzis) M16 que ostentam indevidamente as marcas Colt, fabricada nos EUA e no Canadá, e HK, de origem alemã. Mas não pertencem a nenhuma dessas duas marcas", explicou Amin.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários