Clima de tensão na comunidade Santa Marta - Luciano Belford/Agência O Dia
Clima de tensão na comunidade Santa MartaLuciano Belford/Agência O Dia
Por Lucas Cardoso

Rio - Após dois intensos tiroteios entre policiais militares e bandidos, pela manhã e no início da tarde, moradores do Morro Santa Marta, em Botafogo, Zona Sul do Rio, temem novos confrontos na região. O DIA esteve no local e o clima é de tensão, com muitos moradores aguardando na parte baixa da comunidade para voltar às suas casas. Por volta das 16h, os PMs já tinham deixado o local. À tarde, um homem foi atingido na perna por um tiro de fuzil e socorrido para um hospital da região. Ainda não há informações sobre sua identificação e estado de saúde.

Militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Santa Marta e as equipes do Grupamento de Intervenção Tática (GIT) realizaram uma operação no local para reprimir o tráfico de drogas. Moradores foram acordados com o primeiro tiroteio, por volta das 6h, na chegada das equipes da Polícia Militar. No início da tarde, às 13h, teve início outro confronto, quando o homem foi atingido. 

De acordo com a PM, o ferido na operação é criminoso. Ele foi levado para o Hospital Municipal Miguel Couto. Moradores negam a versão da corporação e afirmam que ele não tem ligação com o tráfico de drogas.

 

Operação da Polícia Militar aconteceu nesta terça-feira - Luciano Belford/Agência O Dia

Um morador, que não quis se identificar, comentou os momentos de tensão vividos hoje na comunidade. "Ficamos nessa apreensão a manhã inteira. Ouvimos até o barulho de tiros pegando nas casas aqui de cima. É revoltante porque sempre acerta inocente. Nem sei como vou fazer pra voltar pra casa mais tarde", declarou.

Outro morador que também não quis se identificar conta como a operação afetou a rotina. "Eu trabalho com um grupo de turistas que querem conhecer a comunidade, mas não conseguimos subir. Estava marcado para às 14h. Desistimos por causa da operação. Sem condições de passear", disse.

Também pela manhã, um policial queimou objetos num local utilizado por traficantes como ponto de venda de drogas. Segundo à PM, ele foi orientado e sua conduta seguirá para a análise da Corregedoria.

A saída dos alunos das escolas à tarde permanece normal mas, por volta das 17h, os traficantes teriam ordenado o fechamento do comércio local.

 

 

Você pode gostar
Comentários