Cedae faz manutenção e moradores da Zona Sul devem economizar água

Serviços de substituição de tubulações ocorrem no Jardim de Alah e afetarão a região, além de trechos do Leme, de Copacabana e da Lagoa. Fornecimento pode levar até 24 horas para se restabelecer totalmente

Por O Dia

Cedae troca tubulações de rede que atravessa canal do Jardim de Alah, na Zona Sul
Cedae troca tubulações de rede que atravessa canal do Jardim de Alah, na Zona Sul -

Rio - A Cedae realizará, nesta terça-feira e quinta-feira, a troca de duas da rede de água que atravessam o canal do Jardim de Alah, na Zona Sul do Rio. Com isso, o fornecimento será interrompido e a previsão é que só volta a ser religada 24 horas depois. Além da região, trechos do Leme, de Copacabana e da Lagoa serão afetados e moradores devem economizar água. 

Os dois serviços serão executados na altura do número 701 da Avenida Borges de Medeiros e terão início às 9h, com previsão de conclusão em até 24 horas. Para substituir as duas tubulações, será necessário retirá-las de carga, reduzindo o abastecimento para parte da Zona Sul.

Na terça-feira, o abastecimento ficará reduzido para o trecho de Copacabana, entre as ruas Rainha Elizabeth e Siqueira Campos; para a Rua Saint Roman, em Copacabana; e para o trecho da Avenida Epitácio Pessoa, na Lagoa, localizado entre os números 2480 e 2990.

Já na quinta-feira, quando será realizada a manutenção na segunda tubulação e o abastecimento será reduzido no trecho de Copacabana localizado entre as ruas Rainha Elizabeth e Siqueira Campos, e no trecho da Avenida Atlântica entre os números 1.122 e 3.432, além do bairro do Leme.

Nos dois casos, o fornecimento de água será retomado imediatamente após a conclusão do serviço, normalizando o abastecimento da região. Em ruas localizadas em cotas elevadas, porém, o fornecimento de água pode levar até 24 horas para se restabelecer totalmente.

De acordo com a Cedae, imóveis que tenham sistema de reserva (cisterna e/ou caixa d´água) não deverão ter problemas de abastecimento. Ainda assim, a companhia pede que os moradores da região afetada economizem água, reprogramando as tarefas não essenciais que representem grande consumo de água.

Comentários