Suspeito de integrar milícia e matar adolescentes é preso

Vítimas foram asfixiadas com fios no pescoço

Por O Dia

Romarinho foi preso por suspeita de assassinatos
Romarinho foi preso por suspeita de assassinatos -

Rio - Policiais da 58ª DP (Belford Roxo) prenderam, nesta segunda-feira, João Romários Mendes Alves, o Romarinho, suspeito de integrar um grupo miliciano e sequestrar, torturar e matar dois adolescentes de 15 e 16 anos em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Segundo os agentes, Romarinho tinha mandado de prisão preventiva em seu nome. As vítimas foram mortas após os milicianos invadirem a casa onde moravam os jovens se passando por policiais civis. Eles agrediram e levaram os dois até uma casa, onde foram torturados.

Os próprios milicianos registraram em vídeos a tortura imposta aos adolescentes, para obter informações sobre supostos envolvidos em crimes e a ligação deles com o tráfico local. Eles foram asfixiados com fios amarrados ao pescoço.

As vítimas também foram amarradas e sujas de cal, levadas a outro terreno e mortas. Neste mesmo vídeo, é possível ouvir um dos criminosos fazendo referência a um dos integrantes do bando.

Foram encontrados com Romarinho um veículo roubado, um coldre e uma capa de colete balístico. Os policiais buscam outros integrantes do bando para elucidar o crime.

Comentários