Primeiro dia de blitzen itinerantes do Detran remove 17 veículos

Ações no Aterro do Flamengo e em Teresópolis surpreenderam centenas de motoristas

Por Felipe Rebouças*

Rio de Janeiro, 08 de abril, lagoa. Detran usa camera inteligente em Blitz na Rua Ministro Raul Machado em frente a sede do Flamengo. Foto Marcio Mercante / Agencia O Dia.
Rio de Janeiro, 08 de abril, lagoa. Detran usa camera inteligente em Blitz na Rua Ministro Raul Machado em frente a sede do Flamengo. Foto Marcio Mercante / Agencia O Dia. -

Rio – O primeiro dia da operação Detran Seguro surpreendeu os motoristas que passaram pelo Aterro do Flamengo, Zona Sul do Rio, e Teresópolis, Região Serrana do estado. Nos moldes da operação Lei Seca, as ações realizadas pelas esquipes do Detran, durante manhã e começo da tarde desta segunda-feira, visam "garantir segurança para a população", afirma o presidente do órgão, Luiz Carlos das Neves. Ao todo, 1,6 mil veículos foram verificados pelas câmeras OCR (reconhecimento ótico de caracteres) – as informações serão utilizadas pelo Detran em abordagens futuras. Dentre os monitorados, 144 foram abordados, 46 multados e 17 removidos por não terem condições de sanar os problemas encontrados pelos fiscais.

O vice-presidente do Detran, Marcelo Bertolucci, informou que nesse primeiro momento motoristas de veículos flagrados em mau estado de conservação, como pneus carecas e para-brisas rachados, por exemplo, estão podendo resolver os problemas no local até o fim da blitz. Se nesse tempo não forem sanadas as irregularidades, o veículo será rebocado. Os itens averiguados na operação são: pneus, lataria, vidros, placas de identificação, farol, comandos de seta e aferição de gases poluentes.

Em caso de documentação vencida ou sem pagamento, mas com o veículo em condições de transitar pela cidade, a equipe da operação vai liberar o motorista confiscando seu Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV). O condutor terá tem entre três e sete dias úteis para se apresentar ao Detran regularizado e reaver o documento.

O mecânico Edson Silva, de 53 anos, acha importante ter a operação nas ruas. "Eu não sabia que as operações começavam hoje, mas como ando com tudo certinho, não tive nenhum problema. Dou total apoio à operação que é necessária para garantir a nossa segurança", relatou o motorista.

"A vistoria veicular anual para carros de passeio acabou, mas precisamos manter os nossos agentes nas ruas, fazendo a verificação dos itens obrigatórios para garantir segurança para a população. As ações também vão atuar de forma preventiva. O objetivo é termos um trânsito cada vez mais seguro", explica o presidente do Detran, Luiz Carlos das Neves.

Os veículo detidos e removidos na capital foram levados para pátios do Detro, em Campo Grande, Zona Oeste da cidade. Esses poderão ser recuperados no próprio pátio do Detro. Aqueles apreendidos em Teresópolis foram encaminhados para o depósito de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

A Operação Detran Seguro contará com ações diárias, inclusive aos sábados e domingos, na capital e no interior do estado. As ações serão realizadas durante o dia. As datas e locais não serão divulgadas previamente. As intervenções são acompanhadas por equipes da Educação no Trânsito, que auxiliam os agentes na orientação aos motoristas sobre os itens verificados. Eles reforçam a importância de manter o veículo em bom estado.

*Estagiário sob supervisão de Thiago Antunes

Comentários