Ação conjunta de fiscalização interdita posto de combustível em Niterói

Suposta fraude conhecida como "bomba baixa" foi detectada. Estabelecimento ficara fechado até resultado de análises do material recolhido

Por O Dia

Operação fechou posto de combustíveis, após detectar suposta fraude em bomba
Operação fechou posto de combustíveis, após detectar suposta fraude em bomba -

Um posto de combustíveis foi interditado nesta segunda-feira, em Niterói, na Região Metropolitana, durante operação intitulada Bomba Limpa, desencadeada por agentes da Barreira Fiscal, envolvendo fiscais da Agência Nacional do Petróleo (ANP); Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e inspetores da Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados ( DDSD).

O posto funcionava no bairro Cubango. De acordo com os fiscais, foi detectado que uma bomba de gasolina do Posto Ecológico Noronha Torrezão Ltda, supostamente fornecia ao consumidor, quantidade inferior à registrada na bomba. De acordo com eles, a irregularidade é conhecida como "bomba baixa".

No local, as bombas foram desmontadas,com a coleta de placas para análises. O computador que possuía conexão com as bombas foi lacrado. O posto, segundo a coordenação da operação, ficará interditado até que seja analisado o material recolhido para perícia. O DIA tentou contato com a direção do posto, mas sem sucesso. Um funcionário se limitou a dizer que os proprietários negam qualquer irregularidade e que vão recorrer a decisão do fechamento do estabelecimento.

Comentários