Homem acusado de matar idoso a pauladas é procurado pela polícia

Vítima foi morta a pauladas, em fevereiro deste ano, dentro de casa, no Norte Fluminense

Por O Dia

Hiago é procurado por participar do assassinato de Francisco na madrugada do dia 25 de fevereiro
Hiago é procurado por participar do assassinato de Francisco na madrugada do dia 25 de fevereiro -

Rio - O Portal dos Procurados divulgou nesta terça-feira, um cartaz oferecendo a recompensa de mil reais por informações que levem à prisão de Hiago Araujo Souza, de 22 anos. De acordo com a polícia, ele é um dos suspeitos de assassinar um idoso, na cidade de Cordeiro, no Norte Fluminense, em fevereiro deste ano.

A vítima, identificada como Francisco José Wermelinger, tinha 67 anos e era mais conhecido na região como “Chicão da Lingüiça”. O crime aconteceu na madrugada do dia 25 de fevereiro. O corpo foi encontrado já pela manhã por um de seus funcionários, dentro da casa do idoso. De acordo com os agentes, ele foi morto a pauladas. 

Dentro da casa da vítima, que morava sozinha, foi encontrado R$ 160 mil em dinheiro, que não foi levado pelos criminosos. Segundo informações da equipe responsável pelo caso, os integrantes do bando sabiam que o idoso guardava dinheiro na residência, mas não tinham noção de valores.

Os criminosos roubaram uma televisão, dinheiro, e o carro da vítima, do modelo Corsa. O veículo foi encontrado incendiado horas depois em uma estrada, na zona rural de Cordeiro. 

 Três homens envolvidos no crime já foram capturados, entre eles, um menor de idade de 17 anos. O adolescente foi encontrado no dia seguinte ao crime. Um terceiro envolvido, Wesllen Velozo Silva, foi preso em Cordeiro no dia 16 de março, com uma quantia de R$ 7 mil, roubada da vítima, além de um capacete que teria sido comprado com parte do dinheiro. Hiago Araujo é o único suspeito ainda em liberdade e é considerado foragido da Justiça.

As informações sobre o paradeiro de Hiago devem ser repassadas pelo Whatsapp ou Telegram do Portal dos Procurados (21) 98849-6099; por mensagem na página oficial do órgão: https://www.facebook.com/procurados.org/, pelo mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, ou pelo Aplicativo para celular. Todas as informações sigilosas sobre o caso serão encaminhadas para 154ª DP– que está encarregada do caso e do inquérito criminal.

Comentários