Restaurantes populares servem bacalhau para comemorar a Páscoa

Cada refeição custa R$ 2; unidades não funcionarão na Sexta-Feira da Paixão

Por LUIZ PORTILHO

Marcelo Medeiros almoça com os pais e o sobrinho em Bonsucesso
Marcelo Medeiros almoça com os pais e o sobrinho em Bonsucesso -

Rio - Os três restaurantes populares administrados pela Secretária de Desenvolvimento, Emprego e Inovação (SMDEI) — Bonsucesso, Zona Norte do Rio, Campo Grande e Bangu, ambos na Zona Oeste — serviram um prato especial de Páscoa nesta quarta-feira. E o prato principal foi bacalhau à moda (com purê de batata), acompanhado de arroz, feijão, cenoura, suco de uva. A sobremesa foi palha italiana, doce de chocolate com biscoito. Cada refeição custa R$ 2 (dois reais).

"A maioria de nossos clientes é carente e não costuma comer esse tipo de comida. Nós, normalmente, servimos carnes de boi, frango ou porco. Nosso objetivo foi proporcionar isso a essas pessoas. Elas precisam desse tratamento especial. Nós atendemos a pessoas que têm casa, mas também a quem mora na rua, dependentes químicos", disse Dora Pastore, gerente da unidade de Bonsucesso, Zona Norte.

A empacotadora Marina Barcelos, 62 anos, trabalha e mora perto de tal unidade. Ela aprovou a iniciativa. "A comida está muito boa, nem cachorro come", brincou, antes de emendar: "Poderiam fazer isso todos os dias."

Marcelo Medeiros, 27 anos, sai de Parada de Lucas como os pais e o sobrinho para almoçar na unidade de Bonsucesso sempre que ela está aberta — de segunda a sexta, das 12h às 15h, exceto em feriados. "Eu gostei muito do prato de hoje. Foi especial e está muito gostoso. E tudo isso por R$ 2", disse o rapaz, que está desempregado.

Já a aposentada Norma Sueli Cipriano, 74 anos, teve apenas uma queixa. "A comida é boa, está sem sal. Precisam salgá-la um pouco mais", disse a senhora.

A gerente Dora Barcelos, que é nutricionista, justifica o cuidado na hora de fazer a comida. "Nós pensamos na saúde do cidadão, procuramos preparar o cardápio sem muito sal, para prevenir a hipertensão arterial. Além disso, não trabalhamos com temperos industrializados, carnes embotidas ou salgadas. E sempre servimos legumes", explicou a gerente de Bonsucesso.

Além do almoço, os restaurantes populares sevem café da manhã a R$ 0,50 (cinquenta centavos), das 6h às 9h.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários