Vereadores aprovam extinção da taxa de lixo para imóveis de valor venal até R$ 55 mil

Prefeito Marcelo Crivella (PRB) enfrenta oposição de vereadores enquanto aguarda decisão da Câmara sobre prosseguimento de seu processo de impeachment

Por Maria Luisa de Melo

Câmara Municipal
Câmara Municipal -

Por unanimidade entre os presentes (33 votos), os vereadores do Rio aprovaram, na tarde desta quinta-feira (25), a extinção da taxa de lixo para imóveis de valor venal até R$ 55 mil. Tal aprovação é mais uma derrota para o prefeito Marcelo Crivella (PRB), que aguarda o parecer da comissão processante da Casa sobre o prosseguimento de seu processo de impeachment.

A medida prevê ainda a Prefeitura deverá devolver todos os valores cobrados desde primeiro de janeiro deste ano. Agora, a iniciativa segue para sanção do prefeito. Caso Crivella vete, o projeto retorna para a Câmara e é submetido a plenário. Se o veto do prefeito for derrubado, o presidente da Casa promulga e a extinção da taxa passa a ter validade.  

“O projeto de aumento do IPTU sobrecarregou muito uma parcela da população. A isenção da taxa de lixo para estes imóveis já é uma forma de a Câmara começar a fazer justiça fiscal. Esta casa tem responsabilidade, é nosso dever lutar pelos interesses da população e rever uma tremenda injustiça. Agora precisamos rever o IPTU e devolver ao cidadão o que foi pago abusivamente”, diz o vereador Luiz Carlos Ramos Filho (Pode), um dos responsáveis pela iniciativa.

Comentários