Postes atingidos por queda de árvore deixaram o local sem luz desde domingo, em Vila Isabel - Reprodução / Internet
Postes atingidos por queda de árvore deixaram o local sem luz desde domingo, em Vila IsabelReprodução / Internet
Por Jenifer Alves*

Rio - Mesmo após a volta da cidade ao estágio de normalidade, diversos pontos do Rio ainda sofrem com a falta de luz causadas pelos fortes ventos deste fim de semana. Luciana Braga, de 54 anos, moradora da Rua Senador Soares, em Vila Isabel, na Zona Norte do Rio, está sem fornecimento de energia desde domingo, quando uma árvore caiu sobre a entrada do local onde mora.

Galeria de Fotos

Postes atingidos por queda de árvore deixaram o local sem luz desde domingo, em Vila Isabel Reprodução / Internet
Postes atingidos por queda de árvore deixaram o local sem luz desde domingo, em Vila Isabel Reprodução / Internet
Rua Senador Soares, em Vila Isabel Reprodução / Internet
Morador comprou sacos de gelo para manter alimentos em local refrigerado Reprodução / Internet
Morador utiliza pacotes de gelo e isopor para manter alimentos que estavam na geladeira resfriados Reprodução / Internet

Segundo Luciana, a Light, mesmo com todos os chamados feitos pelos moradores, ainda não havia ido até o local: "Por mais que se peça, a empresa não deu retorno, só diz que está na espera. Eles vieram na esquina da minha rua, mas disseram que só foram ajeitar a parte do comércio que é prioridade", conta.

A Comlurb foi até o local para retirar a árvore que atingiu a fiação apenas 14 horas após o ocorrido: "Demorou, chegaram aqui e cortaram tudo, mas deixaram os galhos e os troncos no local, espalhados pela rua", disse. Ela conta que a calçada continua ocupada pelo material cortado pela empresa e que nenhuma equipe compareceu à rua para a retirada do lixo que ficou após o trabalho da companhia.

Além da falta de luz, por conta da queda da árvore, um vazamento na calçada fez com que os moradores também ficassem sem água. A Cedae foi acionada na manhã de ontem e só chegou ao local por volta de 9h desta terça-feira:"A água está jorrando pela rua. Tanta propaganda pra gente tratar água, reutilizar e aí a Cedae deixa esse negócio direto", desabafou.

Ela destaca ainda que na vila onde mora vive um cadeirante, que não consegue sair de casa, e que diversos alimentos e remédios, como insulina, foram descartados pois estragaram na geladeira: "Eu acho um serviço ruim, já vamos para 48 horas sem luz, é emergencial. Vila Isabel tem muitos idosos. Tenho vizinhas que precisam de ajuda pra tomar banho igual crianças, destacou. Ao avaliar os serviços de todas as companhias envolvidas no caso, Luciana desabafa mais uma vez: "Todos os nossos serviços no Rio de Janeiro estão ruins, está tudo ruim", finaliza.

Nem o bairro onde morava o governador Witzel, conseguiu escapar das consequências do vendaval. A Rua Grajaú, na Zona Norte do Rio, também sofre com a falta de luz. Pedro Faulhaber, estudante, de 22 anos, diz que o fornecimento de energia foi interrompido por volta de 21h de domingo e desde então, nenhuma equipe da Light foi até o local.

A previsão dada pela companhia era de que o serviço voltasse ao normal nesta segunda-feira: "Seria restabelecido ontem, e nada aconteceu. Hoje recebi a informação de que a Light avisou pra outros na rua que demoraria mais quatro dias por um falta de peça", disse. Pedro diz que a casa da avó, que mora na Rua Borda do Mato, paralela à Rua Grajaú tem servido de refúgio, pois não teve o serviço de luz interrompido.

Na mesma rua, o analista bancário Rafael Ferreira, de 36 anos, diz que está usando um isopor para manter os alimentos resfriados: "Já estou na terceira remessa de gelo. O serviço da Light é péssimo, decepcionante. Eu ainda consegui manter meus alimentos resfriado com gelo, tendo algum sucesso, tem gente na rua dizendo que tem medicamento e não consegue manter, tem gente que trabalha com coisa que precisa manter resfriado", desabafa. Segundo o morador, que já tentou resolver o problema com a companhia cinco vezes, a empresa já não passa mais uma previsão para concluir o serviço e apenas informa que está trabalhando para resolver o problema.

A Light informou que já está com equipes trabalhando para restabelecer o fornecimento de energia. A Comlurb informou que a retirada do material da Rua Senador Soares está agendada para esta tarde.

*Estagiária sob a supervisão de Bruno Ferreira

Você pode gostar
Comentários