Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio) - Reprodução Google Street View
Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio)Reprodução Google Street View
Por O Dia
Rio - Cinco casos de hepatite A foram confirmados entre universitários do Centro de Letras e Artes (CLA) da Unirio, na Urca, Zona Sul do Rio, nesta terça-feira. De acordo com a instituição de ensino, a principal suspeita é de que os casos tenham associação com à inundação do prédio ocorrida após as fortes chuvas de semanas atrás. 
Segundo a Unirio, o restaurante universitário, que funciona no mesmo campus que o CLA, já havia solicitado à Vigilância Sanitária uma análise da qualidade da água.
Publicidade
Em nota, a Vigilância Sanitária informou que esteve nesta segunda-feira na Unirio, em atendimento à solicitação de análise de potabilidade da água. O resultado demora 48h. 
"Caso a água analisada esteja contaminada com a presença de micro-organismos (como escherichia coli, bactéria que vive no intestino de humanos e animais e indica contaminação fecal), a unidade deverá esvaziar os reservatórios de água e providenciar a limpeza de todos eles, assim como do sistema de distribuição (tubulações), procedimento que exige a suspensão das atividades. Depois do serviço de higienização, os reservatórios deverão ser reabastecidos para nova coleta e análise da água", disse a Vigilância. 
Publicidade
Nesta quinta-feira, as equipes retornam ao local para coleta de água para exame específico da hepatite em outro laboratório. A equipe será integrada por técnicos da Coordenação de Engenharia (outra unidade da Subvisa), que vão inspecionar as condições de limpeza e conservação de todo o sistema de distribuição de água.
Em um comunicado, a Unirio orientou os alunos a evitar a ingestão de água das torneiras dos prédios.
Publicidade
 
 
Publicidade
 
 
Publicidade
 
 
Publicidade
 
 
Publicidade
 
 
Publicidade
 
 
Publicidade
 
 
Publicidade
 
 
Publicidade