Por O Dia
Venho por meio desta, exercer o meu direito de resposta, assegurado por Sentença Judicial, em face do processo que movi contra o referido jornal, após o mesmo veicular extensa e tendenciosa matéria sobre detalhes da minha separação, que constavam em processo judicial sob o sigilo de justiça.
O jornal O Dia estava ciente do sigilo judicial e mesmo assim descumpriu a lei, de forma sensacionalista, aproveitando-se do fato de eu ser uma pessoa pública e estar, naquele momento, em evidência nacional por interpretar uma personagem da novela das 21 h na Rede Globo de Televisão.
Publicidade
Tal matéria causou sofrimento não apenas à minha imagem de pessoa púbica, como também de mulher, mãe, filha, e profissional. Não bastassem os detalhes surrupiados do processo judicial, o referido jornal ainda emitiu juízo de valores sobre a minha pessoa, isentando-se da responsabilidade que a repercussão negativa dos mesmos teria sobre mim, minha família e especial o meu filho, que tentei proteger a todo custo de assuntos íntimos e dolorosos, que não cabem ser vivenciados por uma criança.
Eu me senti covardemente invadida com tal matéria, desrespeitada, caluniada, julgada e exposta de forma jocosa para milhares de leitores do Jornal O Dia, sendo que o mais agravante é que posteriormente a matéria foi replicada em diversos sites, blogs e demais veículos de comunicação.
Publicidade
A função dos meios de comunicação deve ser de informar o seu público, ou entreter e nunca denegrir pessoas. Matérias irresponsáveis, desrespeitosas desse cunho podem ocasionar danos irreversíveis numa pessoa, ou criança, bullyng e devem ser combatidas com o rigor da Lei porque ninguém está acima dela.
Letícia Birkheuer