Impeachment de Crivella: Comissão da Câmara começa a ouvir testemunhas

Nesta sexta-feira, prestarão depoimentos nove pessoas indicadas pelo fiscal da Secretaria Municipal de Fazenda, Fernando Lyra Reis, denunciante de suposta irregularidade

Por MARIA LUISA MELO

Testemunhas começam a ser ouvidas no processo de impeachment de Crivella
Testemunhas começam a ser ouvidas no processo de impeachment de Crivella -
Rio - A Comissão Processante da Câmara de Vereadores do Rio, que dá prosseguimento ao processo de impeachment aberto contra o prefeito Marcelo Crivella (PRB), começa a ouvir, na manhã desta sexta-feira (10), nove testemunhas indicadas pelo fiscal da Secretaria Municipal de Fazenda, Fernando Lyra Reis, denunciante de suposta irregularidade que culminou na abertura do processo de cassação.
Os depoimentos estavam marcados para começar às 10h, na sala das comissões, na sede da Câmara de Vereadores, mas a reunião teve início às 10h22. Nesta sexta, serão ouvidas apenas as testemunhas de acusação, arroladas por Lyra Reis. Já as testemunhas da defesa, convocadas por Crivella, serão ouvidas na próxima segunda-feira (13).
Entre as testemunhas aguardadas estão a chefe de gabinete do prefeito, Margareth Rose Nunes Leite Cabral e a subsecretária de Licenciamento, Maria Elisa Werneck. Na época da renovação dos contratos, em dezembro do ano passado, Maria Elisa desempenhava função responsável pelo cumprimento das cláusulas contratuais.  
Segundo a denúncia protocolada por Lyra Reis, Crivella teria renovado, irregularmente, em dezembro do ano passado, contratos de publicidade em pontos de ônibus e relógios de rua, causando prejuízo de cerca de R$ 8 milhões aos cofres municipais.

Comentários