Inspetores da Seap participam de força-tarefa em Roraima

Intervenção tem como objetivo amenizar a crise no sistema penitenciário do estado

Por O Dia

Inspetores do GIT participam de força-tarefa em Roraima
Inspetores do GIT participam de força-tarefa em Roraima -
Rio - Inspetores penitenciários do Grupamento de Intervenção Tática (GIT) da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) foram convocados para participar de uma missão na força-tarefa de Intervenção Prisional (FTIP), do Departamento Penitenciário Nacional (Depen). Os seis agentes participarão da primeira etapa de uma missão, em Roraima, que terá duração de 45 a 90 dias.
A intervenção tem como objetivo amenizar a crise no sistema penitenciário daquele estado e os homens da FTIP exercerão atividades e serviços de guarda, vigilância e custódia de presos, além de estarem habilitados para atuar em motins e rebeliões. Esta é a segunda atuação do GIT em uma força tarefa. A primeira foi na rebelião da penitenciária de Alcaçuz, em janeiro de 2017, em Natal, no Rio Grande do Norte.
O GIT foi criado em 2004 e é o primeiro grupamento do Brasil habilitado para atuar, prontamente, em qualquer tipo de distúrbio em unidades prisionais. 
Inspetores do GIT participam de força-tarefa em Roraima - Divulgação

Galeria de Fotos

Inspetores do GIT participam de força-tarefa em Roraima Divulgação
Inspetores do GIT participam de força-tarefa em Roraima Divulgação

Comentários