Matheus faz parte de uma milícia que atua no bairro Pantanal em Duque de Caxias - Divulgação / Polícia Civil
Matheus faz parte de uma milícia que atua no bairro Pantanal em Duque de CaxiasDivulgação / Polícia Civil
Por O Dia
Rio - Policiais civis da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) prenderam, nesta segunda-feira, o miliciano Matheus Vinícius Costa da Silva durante uma operação contra autores de feminicídio praticados na região. Matheus faz parte de um grupo paramilitar que atua do bairro Pantanal em Duque de Caxias.
Uma outra pessoa foi capturada na ação. Até o início desta tarde, ela, que ainda não teve a identificação revelada, estava sendo ouvida na DHBF. A especializada pretendia cumprir outros quatro mandados de prisão, todos por crimes cometidos entre 2017 a 2019.
Publicidade
De acordo com o titular da DHBF, o delegado Moyses Santana, contra Matheus havia um mandado de prisão em aberto expedido em fevereiro passado pela morte de Valéria Cristina Pereira. Ela era moradora de Copacabana, na Zona Sul da capital, e foi assassinada, em outubro do ano passado, quando foi visitar a irmã em Caxias.
Na ocasião, Valéria tentou evitar uma briga de família, quando foi advertida por Matheus e outro homem identificado como Samuel, também miliciano conhecido na região. Quando ela disse que o caso era um problema de família, foi brutalmente assassinada com um tiro no rosto na frente dos parentes.
Publicidade
Preso, Matheus foi ouvido na DHBF e encaminhado ao Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste do Rio.
Publicidade
 
 
Publicidade
— Jornal O Dia (@jornalodia) May 13, 2019