Estação do BRT reabre com equipamento contra calote

O prejuízo é estimado em R$ 5 milhões por mês, o equivalente ao preço de cinco ônibus articulados novos

Por O Dia

Estação do BRT ganhou dispositivo para evitar calote
Estação do BRT ganhou dispositivo para evitar calote -
Rio - O módulo parador da estação Mato Alto do BRT, sentido Alvorada, será reaberto às 4h desta quarta-feira, dia 22, com a conclusão das obras de instalação dos equipamentos de guarda-corpo. A medida faz parte das ações de combate aos calotes no sistema, cuja estimativa é de 74 mil pessoas por dia. O prejuízo é estimado em R$ 5 milhões por mês, o equivalente ao preço de cinco ônibus articulados novos.

No total, foram instalados em Mato Alto oito pares de guarda-corpos, um par em cada porta do módulo. A iniciativa passará por avaliação para que possa ser estendida a outras estações, com possíveis adaptações e em um ritmo que não prejudique o serviço.

O equipamento é um reforço às ações da Intervenção no BRT, que montou uma força-tarefa com órgãos da Prefeitura do Rio. O objetivo é combater o calote, o vandalismo e o comércio ilegal nas estações e terminais.

O trabalho, que começou em 25 de fevereiro no corredor Transoeste, já resultou em estações mais limpas e confortáveis para os passageiros. Mais de 10 toneladas de lixo foram retiradas, com centenas de apreensões, multas e até prisões.  Nesta semana, as ações estão concentradas no corredor Transcarioca.

Comentários