Passageiros dão calote no BRT de Mato Alto no primeiro dia após instalação de guarda-corpos

Apesar de os flagras não terem acontecido nas barreiras novas, os passageiros aparecem acessando o corredor sem passar pelas catracas.

Por O Dia

Esta
Esta -
Rio - O consórcio BRT iniciou, nesta quarta-feira, o uso de guarda-corpos para impedir o calote, na estação de Mato Alto, em Guaratiba, na Zona Oeste do Rio. No entanto, O DIA flagrou passageiros burlando o pagamento no local.
A nova estrutura tem oito pares de guarda-corpos no módulo parador da estação Mato Alto, sentido Alvorada, que foi reaberta. A experiência pode ser ampliada para outras paradas. Apesar de os flagras não terem acontecido nas barreiras novas, os passageiros aparecem acessando o corredor sem passar pelas catracas.
Em nota, o BRT ressaltou que "não existe a pretensão de que apenas um equipamento vá zerar o número de calotes". A empresa também afirmou que "a evasão é um problema crônico no sistema desde sua implantação, em 2012", e que realiza ações para conscientizar a população.
Até o dia 21 de maio, a Guarda Municipal aplicou 2.003 multas aos caloteiros e registrou 11 ocorrências de prisão por furto, roubo e importunação sexual. A Corporação fiscaliza as estações com maior incidência de evasão durante o patrulhamento e rondas na área.
 

Galeria de Fotos

Esta Reginaldo Pimenta / Agencia O Dia
Estação de BRT Mato Alto, em Guaratiba, na Zona Oeste, reabre após instalação de equipamento contra calote, mas passageiros continuam burlando catraca Reginaldo Pimenta / Agencia O Dia

Comentários