Agetransp faz seminário sobre prevenção de riscos em transportes públicos

Agência vai avaliar a possibilidade de contribuições para aprimoramento das ações da agência, no que diz respeito a situações de risco e emergência nos transportes regulados

Por O Dia

Cerca de 200 pessoas participaram do evento, realizado no auditório da Procuradoria Geral do Estado, no Centro
Cerca de 200 pessoas participaram do evento, realizado no auditório da Procuradoria Geral do Estado, no Centro -
Rio - A Agetransp (Agência Reguladora de Serviços Públicos Concedidos de Transportes Aquaviários, Ferroviários e Metroviários e de Rodovias do Estado do Rio de Janeiro) realizou, nesta quarta-feira, o seminário 'Diálogo Regulatório: prevenção de riscos e gestão de situações emergenciais no sistema de transporte público de alta capacidade'. Cerca de 200 pessoas participaram do evento, realizado no auditório da Procuradoria Geral do Estado, no Centro do Rio.

O objetivo da agência foi debater o tema com a sociedade e especialistas. A partir das informações debatidas, a Agetransp vai avaliar a possibilidade de contribuições para aprimoramento das ações da agência, no que diz respeito a situações de risco e emergência nos transportes regulados (barcas, trens e metrô).

"Um dos focos da nossa gestão é a transparência. Já realizamos consultas públicas sobre atos normativos da agência e agora queremos ouvir a sociedade para que as pessoas contribuam com a nossa atuação, principalmente em temas importantes, como situações de risco e emergência", comentou Murilo Leal, conselheiro presidente da Agetransp.

Além dos conselheiros Murilo Leal, Aline Almeida, Carlos Correia e Vicente Loureiro, que atuaram como mediadores nos quatro painéis do seminário, participaram do evento o subprocurador-geral do Estado, Sérgio Neves, o secretário de Estado de Transportes, Delmo Pinho, o diretor da Associação Brasileira de Agências de Regulação (ABAR), Luigi Troisi, o procurador Flávio Willeman, o chefe do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa III), tenente-coronel aviador Ivan Pedro Leal Silva, o professor da Coppe-UFRJ, Gerardo Portela, o subsecretário de estado de Defesa Civil, Marcelo Herr, o subsecretário de comando e controle da secretaria de Estado de Polícia Militar, coronel George Freitas, o procurador da Agetransp, Mário Eduardo Macêdo Moura Neto, o professor da UERJ, Carlos Serman, o chefe-executivo do Centro de Operações Rio, Alexandre Cardeman, o tenente-coronel Alexandre Silveira de Souza, da Defesa Civil estadual, além dos representantes das concessionárias: Maria Dulce de Castro (SuperVia), Diego Garcia (Metrô Rio) e Tiago Terra (CCR Barcas).

Comentários