Preso suspeito de esfaquear casal na Ilha da Gigóia

Segundo a polícia, crime foi motivo por ciúmes de Rafael Santiago, que teve relacionamento extraconjugal com uma das vítimas

Por RAFAEL NASCIMENTO

Rafael foi preso na Zona Oeste
Rafael foi preso na Zona Oeste -
Rio - Policiais da 16ª DP (Barra da Tijuca) prenderam, nesta sexta-feira, Rafael Santiago de Souza, o Thor, 27 anos, suspeito de esfaquear o casal Carlos Armando de Jesus e Monique Heliodoro, na Ilha da Gigoia, Zona Oeste do Rio. O crime aconteceu nesta quinta-feira e, segundo a polícia, foi motivado por ciúmes de Rafael, que teve um relacionamento extraconjugal com Monique — a vítima tinha decidido reatar com o marido. Os agentes chegaram até Rafael após buscas e o localizaram na Avenida Olegário Maciel. Após breve perseguição, Thor foi preso com uma faca.
Na ocasião, Carlos Armando e Monique foram encaminhados ao Hospital Municipal Lourenço Jorge. Monique foi liberada e Carlos segue internado na unidade de saúde. Ele passou por cirurgia e estado de saúde deles é considerado estável. 
"Em menos de 24 horas conseguimos prendê-lo. Esse é um crime que choca pela brutalidade do caso. Ele teve um relacionamento extraconjugal com a mulher e ela então decidiu reatar com o esposo. Ele não aceitou a decisão da mulher foi lá para atacar o esposo da vítima e acabou estaqueando ambos. Pode-se dizer que ele foi com o intuito de matar o Carlos — que passa por uma cirurgia neste momento. No momento do crime, a mulher foi defender o marido e acabou sendo esfaqueada também. Esse homem tem 11 passagens, inclusive por estupro, ameaças e por agressão. Ele é extremamente perigoso e não merece estar no convívio social, disse a delegada Adriana Belém, titular da 16ª DP.

Comentários