Apreendida carga de eletrônicos de R$ 7 milhões que iria para a Uruguaiana

Produtos são falsificados e iriam abastecer a região do camelódromo por cerca de dois meses

Por O Dia

Produtos abasteciam o comércio popular por cerca de dois meses
Produtos abasteciam o comércio popular por cerca de dois meses -
Rio - Policiais da Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM) apreenderam, nesta madrugada, um caminhão com cerca de 6 toneladas de produtos eletrônicos falsificados avaliadas em R$ 7 milhões. De acordo com o titular da DRCPIM, o delegado Maurício Demétrio, o material vinha de São Paulo e iria abastecer lojas no camelódromo da Uruguaiana por cerca de dois meses.
A carga foi interceptada por volta de 1h na Avenida Presidente Dutra (BR-116), na altura de Paracambi, na Região Metropolitana do estado. O veículo era dirigido por Jose Barbosa Costa, 45 anos, que foi preso e prestou depoimento na especializada.
De acordo com a Polícia Civil, as investigação continuam para a identificação de quem iria receber os produtos na Uruguaiana.

Comentários