Viva Rio promove campanha para doações de agasalhos e cobertores

Pontos de coleta são espalhados por toda a cidade e na Região Metropolitana do Rio

Por Agência Brasil

Rio de Janeiro (RJ), 29/03/2019, ESPECIAL - MORADORES DE RUA - Moradores de rua na Avenida República do Paraguai, centro do Rio de Janeiro.Foto: Armando Paiva / Agencia O Dia Especial, Moradores de Rua, zona sul
Rio de Janeiro (RJ), 29/03/2019, ESPECIAL - MORADORES DE RUA - Moradores de rua na Avenida República do Paraguai, centro do Rio de Janeiro.Foto: Armando Paiva / Agencia O Dia Especial, Moradores de Rua, zona sul -
Rio - O inverno só começa na próxima semana, dia 21, mas as temperaturas mais baixas já chegaram na cidade. Quem mais sofre com a mudança no tempo são as pessoas em situação de rua. Por conta disso, a Ong Viva Rio está promovendo a campanha Inverno Quente Viva Rio, para arrecadar agasalhos, calçados ou cobertores. A ação é organizada pelo Núcleo de Desenvolvimento Social da empresa.
As doações podem ser feitas em diversos postos de coleta em toda a cidade do Rio e na Região Metropolitana do estado, até o dia 28 deste mês. De acordo com Marília Rocha, socióloga e responsável pelo Núcleo que organiza a campanha disse que a quantidade de pontos de recolhimento aumentaram este ano, já são quinze locais entre shoppings, comércios e na sede da empresa. Em 2018 eram apenas 10.
Marília conta que a expectativa é que ainda mais postos estejam disponíveis este ano pois há mais locais se candidatando a oferecer um espaço à montagem de um ponto de coleta: “Estou com a expectativa de que tenha uma adesão maior até do que houve no ano passado”, afirmou. A primeira edição da campanha Inverno Quente foi em 2010. Desde então, o Viva Rio promove a conscientização e incentiva a doação a quem precisa se proteger do frio: “A campanha sempre tem uma adesão muito bacana e foi crescendo, até porque a divulgação foi aumentando”, disse ela, acrescentando que em 2018 mais de 4 mil peças foram arrecadadas e distribuídas.
Além das pessoas em situação de rua, outras 80 instituições parceiras da rede solidária do Viva Rio também irão receber as doações. A socióloga detalha que a maior parte do material doado é de roupas e sapatos:“É muito comum fazer o trabalho de revisitar o guarda-roupa, seja porque quer comprar uma coisa nova ou organizar a casa, então não é difícil na época em que está entrando o inverno, descobrir coisas que podem ser disponibilizadas”, lembrou.
Voluntários
Atualmente o Viva Rio conta com 2.500 voluntários cadastrados, eles atuam em cerca de 80 projetos e instituições parceiras. A organização também realizou ações para arrecadação de donativos para famílias atingidas por enchentes e desabamentos no Rio de Janeiro desde o início do ano.
A socióloga conta que a divulgação para a campanha Inverno Quente Viva Rio conta com a adesão de ainda mais voluntários. Com isso, pode haver um maior número de distribuições. 
Escolha
As peças são recebidas e depois passam por triagem para a separação por idade e gênero. Algumas são enviadas para lavagem por estarem sujas ou com mofo depois de guardadas por muito tempo: “O trabalho do voluntário entra na triagem, porque tem que ser tudo separado, se é para homem, para mulher, para criança", explica. Ela conta que o material é avaliado e se está em condições de uso e tudo passar por uma avaliação para não ser repassado sujo ou inviável para utilização.
Marília explica que os voluntários ajudam na triagem e depois, os que querem, ajudam na distribuição das doações, dirigidas diretamente às pessoas que estão dormindo nas ruas: "Há também a entrega de peças a instituições de atendimento a crianças e idosos, como também a abrigos cadastradas no Viva Rio", completa.
Postos de coleta
Na Zona Norte do Rio as doações podem ser feitas no Shopping Boulevard, em Vila Isabel, e o Center Point Valqueire, na Vila Valqueire. Na zona sul, os doadores podem deixar as peças no Shopping Rio Sul, em Botafogo. Na zona oeste, devem procurar o Barra Shopping, na Barra da Tijuca, bairro onde também podem escolher o shopping Vogue Square. Na região metropolitana do Rio, entre os locais de doação estão o Itaboraí Plaza, em Itaboraí, e o Itaipu Multicenter, em Itaipu.

Quem tiver grande quantidade de doações também pode acessar o site do Viva Rio para pedir um serviço de coleta em seu endereço. “Se a pessoa puder trazer, ótimo, mas se é uma quantidade maior e ela não tem transporte, a gente se organiza para buscar”, afirmou.

Comentários