Envolvido em ataque a comandante da UPP Rocinha é preso pela segunda vez em 5 meses

Desta vez, Willian Rodrigues dos Santos foi encontrado em um restaurante da Barra da Tijuca

Por O Dia

Willian preso em janeiro
Willian preso em janeiro -
Rio - Um dos envolvidos na tentativa de latrocínio (roubo seguido de morte) contra o comandante da UPP Rocinha, o capitão Marcelo Alves, foi preso novamente nesta quarta-feira. Willian Rodrigues dos Santos, de 34 anos, já havia sido capturado no fim de janeiro pelo mesmo crime. Desta vez, ele foi encontrado em um restaurante na Avenida Olegário Maciel, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste.
De acordo com a Polícia Militar, desta vez, contra Willian, havia um mandado de prisão preventiva em aberto pelo crime de roubo qualificado com lesão corporal grave. Preso, ele foi levado para a 32ª DP (Taquara).
Na primeira vez em que foi preso, Willian foi encontrado durante uma ação em conjunto entre PMs da UPP Rocinha e policiais civis da 32ª DP. Na ocasião, ele foi capturado na Avenida Brasil, na altura do Shopping Guadalupe, na Zona Norte, após ter o carro em que estava interceptado pelos agentes.
Na época, ele foi reconhecido pelo capitão Marcelo Alves e também havia sido levado à 32ª DP.
O comandante da UPP Rocinha, Marcelo Alves - Arquivo Pessoal
O CRIME
O crime contra o capitão da PM aconteceu durante um assalto em 26 de dezembro do ano passado, na Avenida Pedro Corrêa, em Curicica. Na ocasião, o militar foi baleado nas costas, quando estava de carro com uma amiga, também policial. 
Mesmo ferido, ele conseguiu sair do veículo e pedir ajuda a pedestres que passavam pelo local. A amiga correu tentando se proteger dos tiros. Os pertences do capitão foram levados.

Galeria de Fotos

Willian preso em janeiro Divulgação / Polícia Militar
O comandante da UPP Rocinha, Marcelo Alves Arquivo Pessoal

Comentários