Doutores da Alegria leva cortejo junino a hospitais públicos do Rio

Cortejo, que terá atores usando trajes típicos, desfilará pelas alas das unidades de saúde apresentando repertório de músicas tradicionais

Por O Dia

Atores e músicos foram convidados a formar um grupo específico para o evento para desfilar pelos corredores das unidades e tocar músicas tradicionais das festas de São João
Atores e músicos foram convidados a formar um grupo específico para o evento para desfilar pelos corredores das unidades e tocar músicas tradicionais das festas de São João -
Rio - O mês de junho é marcado pelas camisas xadrezes, chapéus de palha, vestidos coloridos e as comidas mais deliciosas possíveis. E para festejar a chegada do tão esperado mês, até o dia 19, quarta-feira, Doutores da Alegria leva o “Cortejo Junino” para oito hospitais públicos do Rio, são eles: Hospital Municipal da Piedade, Hospital Estadual Alberto Torres, Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, Hospital da Mulher Heloneida Studart, Hospital Estadual Azevedo Lima, Hospital Estadual Eduardo Rabello e Instituto Nacional de Cardiologia.

Para o cortejo, atores e músicos integrantes dos Grupos: Bagunço, Conexão do Bem, Orquestra Voadora e Sinfônica Ambulante - que participam do Plateias Hospitalares - foram convidados a formar um grupo específico para o evento. Eles desfilam pelos corredores das unidades de saúde tocando e cantando músicas tradicionais das festas de São João. Festa na Roça/ Olha pro Céu, O Balão Vai Subindo, Cai Cai Balão, Isso Aqui Tá Bom Demais, Pagode Russo e Capelinha de Melão, por exemplo, estão no repertório. Para valorizar ainda mais a cultura caipira, os integrantes estarão fantasiados com trajes típicos e entre eles as figuras do noivo e da noiva, que não poderiam ficar de fora.

"Ao longo de 27 anos de atuação no Brasil, sendo dez no Rio de Janeiro, Doutores da Alegria se tornou uma organização referência em projetos que aproximam saúde, cultura e assistência social. As festas juninas são um exemplo disso e de como a cultura é importante para a formação do nosso povo e deve ser defendida e o priorizada como um direito, previsto na constituição. Além disso, buscamos promover o intercâmbio artístico entre grupos de variadas linguagens. E durante o mês de junho levamos uma apresentação especial para cada um dos hospitais parceiros", ressalta Silvia Contar, coordenadora do Plateias Hospitalares.

Há 27 anos, Doutores da Alegria utiliza a arte do palhaço para inspirar as relações humanas no cotidiano hospitalar. Implementado pela associação em 2009 no Rio de Janeiro, o projeto Plateias Hospitalares promove mensalmente apresentações artísticas em hospitais públicos do Rio Janeiro, num trabalho em parceria com as secretarias estadual e municipal de Saúde. Até o momento, já foram realizadas mais de 500 apresentações, envolvendo mais de 300 artistas e um público de cerca de 50 mil pessoas.

Galeria de Fotos

Atores e músicos foram convidados a formar um grupo específico para o evento para desfilar pelos corredores das unidades e tocar músicas tradicionais das festas de São João Divulgação
Atores e músicos foram convidados a formar um grupo específico para o evento para desfilar pelos corredores das unidades e tocar músicas tradicionais das festas de São João Divulgação
Atores e músicos foram convidados a formar um grupo específico para o evento para desfilar pelos corredores das unidades e tocar músicas tradicionais das festas de São João Divulgação

Comentários