Presa advogada que faz parte de quadrilha especializada em golpes de falsos empregos

Organização criminosa que Adriana dos Santos Stumbo integra teria feito mais de dois mil desempregados vítimas

Por O Dia

Adriana dos Santos Stumbo foi levada para a Cidade da Polícia
Adriana dos Santos Stumbo foi levada para a Cidade da Polícia -
Rio - Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) prenderam, nesta terça-feira, a advogada Adriana dos Santos Stumbo. Ela, que foi presa em casa, em Vila Valqueire, na Zona Oeste do Rio, é suspeita de fazer parte de uma quadrilha especializada no golpe conhecido como "pirâmide do emprego". O bando da qual Adriana faz parte teria feito mais de dois mil desempregados vítimas, através de estelionato, gerando um lucro diário de até R$ 8 mil.
De acordo com a Polícia Civil, Adriana usava uma empresa de fachada denominada IDM Importando do Mundo, com endereço no Centro do Rio. As vítimas eram iludidas com o salário indicado para falsas vagas de emprego, oferecidas em anúncios na Internet.
Para a obtenção das vagas, as vítimas eram informadas de que deveriam pagar R$ 50 para a compra de um curso e captar mais 50 pessoas para também adquirirem o curso. Ao final do contrato de experiência, mesmo que atingissem a meta estabelecida, elas eram demitidas sem receber qualquer rescisão.
Segundo as investigações, Adriana tinha como principal função conferir a aparente licitude do crime, além de confeccionar contratos e intermediar os aluguéis das salas destinadas às palestras onde as vítimas eram enganadas.
A advogada foi levada para a Cidade da Polícia, no Jacaré, na Zona Norte; veja o momento em que ela chegou ao local!
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários