Prefeitura se manifesta contra boatos de maus-tratos a animais feitos por pacientes psiquiátricos

Secretaria Municipal de Saúde lamentou e repudiou rumores, que classificou como 'preconceituosos', de que filhotes de gatos estariam sendo comidos vivos por pacientes no Instituto Municipal Nise da Silveira, no Engenho de Dentro

Por O Dia

Prefeitura repudia boatos sobre pacientes psiquiátricos e maus-tratos contra animais
Prefeitura repudia boatos sobre pacientes psiquiátricos e maus-tratos contra animais -
Rio - A Prefeitura do Rio se manifestou nesta terça-feira para desmentir um boato de que pacientes psiquiátricos estariam maltratando animais. A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Superintendência de Saúde Mental, lamentou e repudiou rumores, que classificou como 'preconceituosos', de que filhotes de gatos estariam sendo comidos vivos por pacientes no Instituto Municipal Nise da Silveira, no Engenho de Dentro, Zona Norte do Rio.
A Secretaria Municipal de Saúde informou que no terreno do instituto, que no passado foi uma fazenda, vivem cerca de 200 gatos. "Duas protetoras voluntárias e independentes atuam regularmente no local, cuidando e alimentando os animais. Elas têm acesso à direção da unidade e nunca apresentaram qualquer queixa de animais maltratados por pacientes, seja os internados ou os que residem com suas famílias e frequentam o local para receber assistência", esclarece.

O órgão acrescentou que os boatos agora espalhados repetem preconceito e ignorância comuns até o início do século passado, em que pacientes psiquiátricos eram vistos como perigosos e capazes de atos absurdos, o que definitivamente não corresponde com a realidade.

"Pessoas com problemas de saúde mental podem conviver em sociedade, recebendo os devidos cuidados de saúde e sem representar perigo a outras pessoas ou a animais", diz a nota.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários