Eleita Miss Plus Size Rio curte a fama em São Gonçalo

Symoni Silva se tornou o orgulho da cidade após conquistar título e virar símbolo de superação para outras jovens

Por Luana Dandara*

Symoni, que sofria por causa do peso na adolescência, se tornou exemplo de autoestima e superação
Symoni, que sofria por causa do peso na adolescência, se tornou exemplo de autoestima e superação -
Rio - Beleza tem padrão? A moradora de São Gonçalo Symoni Silva, de 22 anos, prova que não. Coroada Miss Plus Size Rio, na terça-feira, a jovem negra de manequim 50 dá um show quando o assunto é luta contra o preconceito e autoaceitação. E não para por aí: incentivada pelo namorado, o sonho agora é conquistar a competição nacional, que acontece em novembro, só com meninas de manequim acima de 44.
“O concurso foi um grande divisor de águas na minha vida, a ficha ainda não caiu. Somos capazes de ser o que quisermos! Temos que nos amar e empoderar mais”, diz a beldade, que posou em um ensaio fotográfico para O DIA na Praça Zé Garoto, conhecida como o Central Park do município, onde Symoni nasceu e
foi criada. “É maravilhoso poder representar minha cidade e ser exemplo para outras meninas negras e gordas”.
Gabriel incentiva a carreira da namorada: "Beleza precisa ser vista" - Gilvan de Souza / Agencia O Dia
Symoni começou a ganhar peso aos 10 anos, na separação dos pais. “A comida era uma forma de escape. Na adolescência, era um grande sofrimento o peso, a cor de pele e o cabelo crespo, me deixava rotular pelo que falavam de mim. Só com 20 decidi me reinventar e passar a me olhar diferente”, conta a estudante
de Publicidade e Propaganda, que defende tomar todos os cuidados com a saúde e prática de atividade física.
A grande reviravolta da vida da nova musa plus size, entretanto, foi há dois meses, quando engatou um relacionamento com Gabriel Kaled, 26. Residente de Magé, a distância não foi um empecilho para os dois. “Eu a conheci pelas redes sociais e fiquei encantado. Por onde a gente anda as pessoas elogiam”, exalta ele, responsável pelo sucesso de Symoni no concurso. “Inscrevi sem ela saber, porque a beleza dela precisava ser vista”.
De lá pra cá, foram semanas de ensaio e provas de roupa com o organizador da disputa, Eduardo Araúju. Agora, a jovem pretende se dedicar à carreira de modelo.
E em meio às fotos de Symoni, não faltaram olhares e exaltação dos gonçalenses. “Achei um espetáculo, ela é maravilhosa e muito simpática. Além de ser um prêmio inédito para São Gonçalo”, afirma a aposentada Isabel Cristina, 67, que parou para parabenizar a jovem. “É linda e traz visibilidade para nosso município”, acrescenta o estudante Yan Rodrigues, 21.

Mulheres unidas no palco
O concurso Miss Plus Size Rio teve sua décima edição este ano. “Pude ver a união de 34 mulheres de biotipos diferentes, o que é lindo”, pontua o organizador Eduardo Araúju. Para ele, Symoni é uma forte concorrente para conquistar a coroa nacional, no dia 30 de novembro. “Ela tem grande elegância e firmeza, venceu a barreira do preconceito e chegou empoderadíssima fazendo o seu melhor. Os jurados foram unânimes na escolha”.
E se depender da bela, não vai faltar empenho e preparo. “Quero me aperfeiçoar e trazer esse prêmio para o Rio. Entrei no concurso para mostrar pra mim mesma que sou bonita e capaz. Não tem nada errado comigo e com meu peso”, diz ela.
“A escolha da Symoni denota que estamos vencendo as barreiras não só de um estereótipo de uma mulher gorda, mas também em relação à cor de pele”, finaliza Eduardo.
*Estagiária sob supervisão de Clarissa Monteagudo

Galeria de Fotos

Symoni, que sofria por causa do peso na adolescência, se tornou exemplo de autoestima e superação fotos Gilvan de Souza
São Gonçalo, 04/07/2019, Miss Pluz Size RJ, Simony Silva, Foto de Gilvan de Souza / Agencia O Dia Gilvan de Souza
Gabriel incentiva a carreira da namorada: "Beleza precisa ser vista" Gilvan de Souza / Agencia O Dia

Comentários