Passageiros tiveram que andar nos trilhos após trem dá problema perto do Engenho de Dentro  - Reprodução Twitter
Passageiros tiveram que andar nos trilhos após trem dá problema perto do Engenho de Dentro Reprodução Twitter
Por O Dia
Rio - Passageiros do ramal Japeri tiveram que andar nos trilhos nas proximidades da estação Engenho de Dentro, na Zona Norte, após um trem apresentar problemas e parar, na manhã desta terça-feira. Muitas pessoas tiveram seguir pela linha férrea até a plataforma, enquanto outros trens circulavam. A ocorrência causou atrasos nos ramais Japeri, Santa Cruz e Deodoro por pelo menos 50 minutos.
De acordo com a SuperVia, o trem apresentou problemas técnicos às 8h05 entre as estações Engenho de Dentro e Piedade e os técnicos trabalharam para restabelecer a composição. "Com isto, os expressos podem precisar aguardar ordem de circulação para prosseguir", disse a concessionária. O reparo só foi concluído às 8h52, quando o mesmo seguiu viagem. 
Publicidade
Passageiros tiveram que descer nos trilhos após trem apresentar problema - Reprodução Twitter
Vídeos e fotos dos passageiros no meio dos trilhos se espalham nas redes sociais acompanhadas de muitas reclamações. "E Mais uma vez a @SuperVia_trens age com o trabalhador dessa maneira. Até quando vamos ter que passar por isso? Até quando?????? Todos os dias sem exceções acontece uma ocorrência, e o trabalhador é prejudicado", exclamou em postagem uma passageira, acompanhado de vídeo de várias pessoas nos trilhos, entre trens que circulavam. 
Publicidade
A SuperVia disse que os passageiros desembarcaram com auxílio dos agentes da concessionária e foram encaminhados para a estação Piedade para seguir viagem em outra composição, o que não é visto em várias imagens que circulam nas redes sociais. Os usuários eram informados sobre a situação por meio do sistema de áudio dos trens e das estações.
A Agetransp disse que está apurando as circunstâncias do problema no trem. "Além das causas da ocorrência, a agência reguladora vai avaliar a adequação do atendimento prestado aos usuários. A SuperVia poderá ser multada", diz a agência que regula os serviços de trens.
Publicidade