Polícia prende dupla acusada de extorquir comerciantes de Itaboraí

Os presos eram procurados por integrarem a milícia que atua na região e foi desarticulada na Operação Salvator, realizada na semana passada

Por O Dia

Rio -  A Polícia Civil prendeu dois homens em flagrante, nesta sexta-feira, pelos crimes de extorsão e porte ilegal de arma no Centro de Itaboraí, na Região Metropolitana do Rio. Lucas Monteiro de Mendonça e Igor de Oliveira da Fonseca, conhecido como Panda, eram procurados por integrarem a milícia que atua na região e foi desarticulada na Operação Salvator, realizada na semana passada.
Segundo a Polícia Civil, Lucas já tinha dois mandados de prisão, sendo um por tortura e outro por organização criminosa. Já Igor respondia pelo crime de organização criminosa. Com eles, já são 45 presos durante a operação.
Operação Salvator

A Polícia Civil realizou uma megaoperação em vários pontos do Rio, Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Rio Bonito para cumprir 74 mandados de prisão contra o grupo paramilitar ligado ao ex-PM e miliciano Orlando Olivei de Araújo, o Orlando Curicica.

O bando é acusado de aterrorizar moradores e comerciantes em Itaboraí há cerca de um ano e meio, garantindo lucro mensal de R$ 500 mil.
Cemitério clandestino
Na sexta-feira (5), policiais da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI), junto a promotores do Ministério Público (MP), encontraram 14 corpos e restos mortais em uma localidade conhecida como Visconde, em Itaboraí, Região Metropolitana do Rio. De acordo com a DHNSGI, os corpos foram retirados com máquinas de escavar. Investigações apontam que ao menos dois cemitérios clandestinos foram usados pelos milicianos para desovar os corpos.
 
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários