Gerente do tráfico e síndica de condomínio em comunidade de Niterói é presa em Inhaúma

Monique Menezes Fernandes, a Monique do Caramujo, é responsável pela parte financeira da quadrilha que age na comunidade do Caramujo

Por O Dia

Jovem foi capturada em Inhaúma
Jovem foi capturada em Inhaúma -
Rio - Uma ação conjunta entre a 79ª DP (Jurujuba) e o 3º BPM (Méier) prendeu, nesta sexta-feira, Monique Menezes Fernandes, conhecido como Monique do Caramujo. A jovem, de 23 anos, é apontada como gerente de finanças do tráfico de drogas da comunidade do Caramujo, em Niterói, na Região Metropolitana do estado. A traficante foi encontrada em Inhaúma, na Zona Norte da capital.
De acordo com a Polícia Civil, Monique é filha do traficante Alcindo Luiz Fernandes, o Da Cabrita", um dos chefes da facção Comando Vermelho na região e preso desde 2015, em um presídio federal. Ela fugiu da comunidade do Caramujo para Nova Brasília, no Complexo do Alemão, após o marido, Alessandro Souza da Silva, o Ti Nem, ser enviado pela chefia da facção para gerenciar o local.
De acordo com o Portal dos Procurados, Monique condomínio foi indicada para o posto de síndica do condomínio Minha Casa, Minha Vida, no Caramujo, e era responsável por arrecadar R$ 120 por mês de cada um dos 600 proprietário dos apartamentos. Os valores rendiam R$ 72 mil mensais para os traficantes. 
A prisão dela foi realizada após informações recebidas pelo setor de inteligência da 79ª DP. Através do cruzamento de dados, foi possível localizá-la em Inhaúma. Monique não resistiu à prisão e foi conduzida pelos agentes à Central de Flagrantes.
Disque Denúncia oferecia uma recompensa de R$ 1 mil pela captura de Monique Caramujo - Divulgação / Disque Denúncia

Galeria de Fotos

Jovem foi capturada em Inhaúma Reprodução / Internet
Disque Denúncia oferecia uma recompensa de R$ 1 mil pela captura de Monique Caramujo Divulgação / Disque Denúncia

Comentários