Aula de primeiros socorros da Defesa Civil do Rio tem simulação de ferimentos com maquiagem

Entre os alunos, Papai Noel voluntário trocou experiências de ações socioeducativas

Por O Dia

-
Rio - A Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil do município do Rio, vinculada à Secretaria Municipal de Ordem Pública, realizou neste sábado capacitação em primeiros socorros para a segunda turma do Projeto Voluntariado/2019. A aula envolveu simulação de ferimentos com maquiagem cenográfica e atividades lúdicas. Os 50 alunos participantes representam um recorde para o programa, já que correspondem a 50% do total dos formados até hoje pelo Voluntariado. Desde a reformulação do projeto, em 2016, 103 pessoas se formaram nos seis grupos que passaram pelo curso.

"A atividade de hoje foi conduzida pelo coronel bombeiro David Spilmam e o enfermeiro José Marcio que fizeram instrução aos alunos para prestarem um primeiro atendimento em caso de emergência. Neste sábado também contamos com profissionais da área de Educação, guardas municipais e salva-vidas", afirmou o gerente de projetos e pesquisa da Defesa Civil, Alexander Araújo.
Voltado a todos que desejam doar parte do seu tempo à proteção comunitária, o Programa de Voluntariado da Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil do Rio (Subpdec) é aberto a toda a população.

A atual turma conta até com Papai Noel, ou Nathan Rubens Lee, de 45 anos. Ator, produtor eventos e 'bom velhinho' há 25 anos, Nathan também é resgatista e socorrista, além de realizar ações sociais por meio do Grupo Momentos (Gmom), que criou com amigos e familiares. Ele conta que se inscreveu o curso da Subpdec para aprimorar seus conhecimentos e assim poder ajudar mais as pessoas. Inclusive, vestido com o tradicional traje vermelho, o ator dividiu parte de sua experiência (participou de ações voluntárias na Região Serrana castigada pelas chuvas de 2010) com os parceiros de turma na aula deste sábado.

"O objetivo é ajudar pessoas que não conhecemos, que estão na linha de risco, que têm menos possibilidades que a gente. Sou ex-morador do Morro do Alemão e presenciei situação de extrema pobreza, por isso sei a diferença que atitudes como essa fazem na vida dessas pessoas", afirma Nathan, com a solidariedade típica do bom Noel.
Desde que foi repaginado, em 2016, o Programa Voluntariado - que visa preparar os participantes para uma primeira resposta em casos de desastre - já formou 103 pessoas em seis turmas. Ao fim, os participantes recebem um certificado e podem atuar apoiando outros projetos da Defesa Civil, além de replicar o aprendizado na sociedade.

O projeto está em sua sétima turma, a segunda deste ano, com expectativa de formação de 50 novos voluntários, a maior adesão desde o início do programa desde 2016. Não só em relação às chuvas da cidade, mas também a outras tragédias Brasil afora, principalmente Brumadinho.

Entre os temas ministrados por técnicos do órgão por meio de módulos de ensino estão percepção de risco, resiliência, sistema de alerta e alarme, prevenção e combate a incêndios. As aulas teóricas e práticas acontecem na sede da Defesa Civil, em Vila Isabel, e no Centro de Operações da Prefeitura (COR), na Cidade Nova. A inscrições do Programa Voluntariado são gratuitas e realizadas no site do órgão: https://bit.ly/2WItKXM.

Comentários