Polícia identifica seis suspeitos de participar de tortura de vigias em Cabo Frio

Principal linha de investigação até agora é a de que os traficantes acharam que se tratavam de milicianos

Por O Dia

Polícias civil, militar e bombeiros buscam corpos de vítimas de traficantes nas dunas próximas à Favela do Lixo, em Cabo Frio
Polícias civil, militar e bombeiros buscam corpos de vítimas de traficantes nas dunas próximas à Favela do Lixo, em Cabo Frio -
Rio - Policiais da 126ª DP (Cabo Frio) identificaram seis suspeitos de sequestrar e torturar três vigias do Espírito Santo que estavam trabalhando em Cabo Frio, na Região dos Lagos. Durante a ação dos criminosos, um dos vigias conseguiu fugir e pediu ajuda de policiais militares.
Os três homens, naturais do Espírito Santo, trabalhavam como vigilantes noturnos no bairro Guarani, quando foram capturados e torturados por traficantes de uma facção criminosa e levados para a Favela do Lixo. O sobrevivente conseguiu fugir, correndo pela mata. Ele foi localizado por policiais militares no domingo com várias escoriações pelo corpo. O homem disse à polícia que os colegas foram obrigados a cavar a própria cova.
A principal linha de investigação até agora é a de que os traficantes acharam que se tratavam de milicianos, já que eles ofereciam serviço de segurança a moradores.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários