Foragido é preso em Copacabana através de programa de reconhecimento facial

Esta é a terceira prisão feita pelo Programa Rio+Seguro com o auxílio da ferramenta de reconhecimento facial em apenas uma semana

Por O Dia

Rio - Guardas municipais e policiais militares a serviço do Programa Rio+Seguro, coordenado pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), capturaram, nesta terça-feira, em Copacabana, mais um foragido da Justiça identificado por meio do programa de reconhecimento facial do Governo do Estado, que conta com monitoramento de câmeras do bairro. Esta é a terceira prisão feita pelo Rio+Seguro com o auxílio da ferramenta em apenas uma semana.

Marcos Vinicius Moreira Peixinho, de 33 anos, foi capturado na Rua Sá Ferreira com Avenida Nossa Senhora de Copacabana. Após informação passada pela central do monitoramento facial, a equipe de PMs e GMs realizou o cerco para capturar o suspeito, que foi conduzido para a 13ª DP (Ipanema), onde a autoridade policial confirmou o mandado em aberto. Com esta prisão, o Rio+Seguro contabiliza 145 foragidos da Justiça capturados em Copacabana e Leme.

Histórico
As outras prisões por reconhecimento facial aconteceram nos últimos dias 14 e 15. Julio Cesar Machado, de 37 anos, foi detido na Avenida Nossa Senhora de Copacabana, altura do nº 1.162. Contra ele, constavam três mandados de prisão em aberto. Já Adriano da Silva, de 26 anos, foi preso na Avenida Atlântica, próximo à Rua Xavier da Silveira, com mandado de prisão por roubo majorado. Ele possuía outros antecedentes criminais, entre eles dois por tráfico de drogas e um por dirigir sem habilitação. As duas ocorrências também foram registradas na 13ª DP.

Comentários