Nova vacinação contra o sarampo

Surto da doença leva Ministério da Saúde a enviar mais de um milhão de doses para cada estado

Por O Dia

Vacina contra o sarampo
Vacina contra o sarampo -
A partir de hoje, todas as crianças entre 6 meses e 1 ano devem ser vacinadas contra o sarampo no Brasil. O Ministério da Saúde vai enviar 1,6 milhão de doses a mais para cada estado. A iniciativa é uma resposta rápida ao aumento expressivo dos casos de sarampo no país.
Segundo o Ministério da Saúde, este ano foram registrados 1.845 casos em todo o território nacional. No Rio, 21 pessoas foram infectadas em quatro municípios — Rio de Janeiro, Paraty, Nilópolis e Duque de Caxias.
O surto da doença é visto com bastante preocupação pelo infectologista Edimilson Migowski. Segundo ele, cinco fatores explicam o crescimento do número de casos: altas taxas de contaminação da doença, problemas na cobertura vacinal, falha na dose extra da vacina, crescimento da circulação de pessoas e aumento do movimento antivacina.
Só a vacina previne “O controle relativo da doença ao longo dos anos fez com que a população se preocupasse menos. Com o relaxamento, acabou diminuindo a cobertura vacinal e aumentando os movimentos antivacina”, informou.
O infectologista reforça a importância da vacinação contra o sarampo também na prevenção de doenças como caxumba e rubéola.
Para estar protegida, a criança deve tomar a vacina tríplice viral com 12 meses, e a tetraviral, com 15 meses. A vacinação é a única forma de prevenção contra o sarampo. As duas doses estão disponíveis em todos os 36 mil postos do SUS em todo o país.

Comentários