Competição terá robôs para salvar vítimas fictícias de desastres naturais

Engenhocas foram criadas por estudantes de 6 a 19 anos de escolas públicas e privadas para etapa regional da Olimpíada Brasileira de Robótica. Evento será na Universidade Veiga de Almeida, no campus da Tijuca, neste sábado

Por O Dia

Estudantes vão passar por uma simulação de um desastre natural e deverão construir um robô capaz de transitar pelos terrenos acidentados, localizar e resgatar as vítimas
Estudantes vão passar por uma simulação de um desastre natural e deverão construir um robô capaz de transitar pelos terrenos acidentados, localizar e resgatar as vítimas -
Rio - Um simulado de desastre natural com robôs de salvamento, criados por estudantes entre 6 a 19 anos dos ensinos fundamental e médio, vai movimentar as arenas montadas no campus da Universidade Veiga de Almeida (UVA) da Tijuca, neste sábado (31), das 8h às 17h. Os robôs deverão localizar e resgatar as vítimas fictícias. A atividade faz parte da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR).
A competição contará com a participação de alunos de escolas públicas e privadas. Os vencedores da etapa regional seguem para a disputa estadual, que contará com competidores de todo o Brasil. Na UVA serão montadas duas arenas e os competidores mostrarão as habilidades dos seus robôs.
No torneio, os grupos de estudantes vão passar por uma simulação de um desastre natural e deverão construir um robô capaz de transitar pelos terrenos acidentados, localizar e resgatar as vítimas. O objetivo da olimpíada é estimular que os jovens sigam carreiras científico-tecnológicas, identificando talentos, promovendo debates e atualizações no processo de ensino-aprendizagem, além de estimular o trabalho em equipe entre crianças e adolescentes.

A etapa regional na UVA contará com 62 equipes, além de um espaço com oficinas para crianças. Estudantes de Engenharia da universidade vão participar do evento como voluntários em diversas áreas, entre elas logística, arbitragem e suporte de Tecnologia da Informação. 

Comentários