Alunos formados e treinados pelo Senac RJ participam de competições internacionais

Inspirar jovens a desenvolver novos olhares para profissões vocacionais, além de sensibilizar governos, educadores e opinião pública em prol da importância da formação profissional

Por O Dia

Lorenna, do curso de Cabeleireiro do Senac: parada na Itália como preparação para o mundial OMC
Lorenna, do curso de Cabeleireiro do Senac: parada na Itália como preparação para o mundial OMC -
Rio - Inspirar jovens a desenvolver novos olhares para profissões vocacionais, além de sensibilizar governos, educadores e opinião pública em prol da importância da formação profissional. Estes são os objetivos do Senac RJ no que diz respeito à participação de seus alunos em torneios de educação profissional mundo afora. Na última semana, Paula Senna, de Hotelaria, participou do WorldSkills, em Kazan, na Rússia. Em setembro, será a vez de Lorena Hainfeller, do curso de Cabeleireiro, representar o Brasil no Campeonato Mundial OMC (Organisation Mondiale Coiffeur), uma das mais importantes competições para cabeleireiros profissionais no mundo, em Paris, na França.

Embora Paula, de 21 anos, não tenha trazido uma medalha, a experiência de participar de um evento internacional deste porte, concorrendo com jovens de diversas nacionalidades, já foi uma vitória. “Estar na WorldSkills foi uma realização para mim, aprendi muito. E, conversando com os outros competidores da minha área, percebi o quão importante essa competição pode ser, por todo o processo, não só pelo resultado”, conta a jovem, que ficou com a 12ª colocação entre 16 competidores que simularam o dia a dia de trabalho em um hotel cinco estrelas de Londres.

“Nunca tinha tido a chance de sair do país e ter como primeira experiência ir para a Rússia, representando o Brasil na WorldSkills, foi incrível. Pude conhecer diversas pessoas da minha área, de países diferentes, ter contato com diferentes culturas e conhecer ainda mais do mercado da hotelaria”, completou.

A delegação brasileira reuniu 63 pessoas em um universo de mais de 1.300 jovens de 63 países. O WorldSkills é o maior torneio de educação profissional do planeta, e o Brasil fez bonito: ficou em terceiro lugar no quadro geral de medalhas e conquistou 15 das 56 que disputou (duas de ouro, cinco de prata e oito de bronze).
Além disso, os representantes do Brasil ganharam certificados de excelência em 28 ocupações. A melhor participação do país aconteceu em 2015, em São Paulo, quando os brasileiros conquistaram 27 medalhas ficando com a primeira colocação geral. Na última edição, em 2017, o país se manteve no pódio (segundo lugar), com 15 medalhas.

A cada dois anos, competidores de até 22 anos disputam medalhas em um país diferente. Cada ocupação tem provas específicas e os participantes precisam demonstrar habilidades individuais e coletivas, além de realizar provas em padrões internacionais de qualidade. A próxima edição acontece em Xangai, na China, em 2021.

Para a diretora de Educação do Senac RJ, Wilma Freitas, a participação de Paula no concurso é valiosa. “É motivo de grande orgulho. A iniciativa reflete os referenciais de qualidade estabelecidos pela instituição, suas diretrizes pedagógicas e processos educacionais. Com isso, demonstramos para o mercado de trabalho a formação de excelência que oferecemos aos nossos alunos. Formamos jovens preparados a enfrentar os desafios da vida profissional. Para o empresariado, é uma chance de reconhecer nossa instituição como referência em educação profissional, em sintonia com as necessidades do setor de Comércio de Bens, Serviços e Turismo”, diz.

Que beleza!

Após um treinamento intensivo no Senac RJ, a cabeleireira niteroiense Lorenna Hainfellner, 22 anos, conquistou uma vaga para disputar o Campeonato Mundial OMC. Mas a preparação continua até o dia da competição.
Em setembro, antes de ir para a França, a moça terá uma experiência de uma semana na Accademia U.A.A.M.I Barletta, na região de Puglia, na Itália. Ela conquistou a vaga para representar o Brasil após competir na OBC Hair Brasil, onde teve 20 minutos para realizar secagem, escova e modelagem, destacando-se pela cor, harmonia e finalização impecável, diante de um júri composto por membros do Brasil e do exterior.

“Depois de tanta dedicação e esforço de todos, me sinto muito privilegiada por ganhar a competição e alcançar finalmente esse ouro tão desejado. Tenho grandes expectativas para o campeonato mundial e pretendo treinar bastante até lá, principalmente na semana em que estarei na Itália”, comemora Lorenna.

Os bons resultados conquistados são fruto do investimento do Senac RJ em cursos de Beleza alinhados às demandas atuais do mercado de trabalho, não apenas do ensino das melhores práticas, mas de formar alunos capazes de antecipar tendências e realizar criações autorais. A instituição, que conta com a expertise de Fernando Torquatto como Embaixador Educacional de Beleza, tem o diferencial de aplicar em seus cursos o conceito de Beleza Integrada, tendência inspirada no visagismo e que destaca o ponto forte de cada pessoa na harmonização completa da aparência.

Preparação

A preparação dos alunos para competições de alto nível envolve etapas e ações que incluem seleção dos instrutores adequados, treinamento, acompanhamento comportamental, coaching, atividades para desenvolvimento de competências e habilidades específicas, desenvolvimento da equipe, entre outros. Ao final do ciclo, são formados profissionais altamente qualificados com uma visão ampliada para atuação e aplicação do aprendizado.

Comentários