Dia Mundial da Limpeza: Rio faz mutirão nas praias

Voluntários recolheram mais de 460 kg de lixo na Praia de Copacabana

Por O Dia

Ativistas recolheram mais de 460 kg de lixo na Praia de Copacabana
Ativistas recolheram mais de 460 kg de lixo na Praia de Copacabana -
Rio - Hoje é o Dia Mundial da Limpeza e o Rio de Janeiro é uma das cidades que participam da iniciativa global, que inclui 158 países e mais de 17 milhões de pessoas em todo o mundo. No Brasil, cerca de 300 municípios participam do ato. 
Aqui na cidade, ambientalistas, voluntários e estudantes ocuparam as praias da zona sul, Lagoa Rodrigo de Freitas , e praias de Icaraí e Itaipu. E recolheram 460 Kg de detritos da areia e do fundo do mar, apenas nos postos 5 e 6. Empresas e a Petrobras, que tem ações de responsabilidade social, participaram da iniciativa, disseminadas em 15 estados. As informações são da Agência Brasil.
Em Copacabana, a limpeza se concentrou no Posto 6, na Praia de Copacabana, junto à Colônia de Pescadores. A gerente de Comunicação do Projeto Ilhas do Rio, desenvolvido pela Petrobras, Bruna Duarte, salientou a importância da limpeza da praia e da conscientização que a população deve ter para evitar jogar lixo no mar.
Bruna Duarte  afirmou que esse projeto é desenvolvido três vezes por ano nos seguintes locais:Lagoa Rodrigo de Freitas, Ilhas Cagarras e praia de Copacabana. O projeto Ilhas do Rio realiza pesquisa científica e monitoramento da biodiversidade marinha e terrestre das Ilhas Cagarras, frequentada por pescadores nos finais de semana e que acabam deixando lixo na ilha, sem qualquer preocupação com o meio ambiente.
“Todo esse conhecimento é levado para a sociedade através de ações de desenvolvimento ambiental, com foco principalmente nas crianças e nos jovens”, explicou Bruna.
Os voluntários que participaram da ação recolheram muito plástico, guimbas de cigarro, garrafas pet, restos de redes de pesca no fundo do mar, além de muitas tampinhas de garrafas. O que mais chama a atenção é a quantidade de restos de cigarro deixados pelos fumantes na areia da praia.
A gerente de Práticas de Ações de Responsabilidade Social da Petrobras, Simone Porto, destaca uma visão mais ampla do projeto da companhia que é realizada hoje em mais de 60 praias, em uma extensão de 140 quilômetros (Km) nos projetos espalhados por 15 estados brasileiros.
“A nossa intenção é fazer o recolhimento desses dejetos que são descartados de forma inadequada em 64 praias, incluindo duas praias pluviais, no Pará e no Mato Grosso. A nossa expectativa é recolhermos hoje 12 toneladas de lixo. Isso representa uma integração com os projetos e em rede e com os nossos empregados que estão trabalhando como voluntários nesse projeto”, destacou.
Somente entre os postos 5 e 6 na praia de Copacabana, os voluntários que participaram do mutirão de limpeza recolheram mais de 460 Kg de detritos da areia e do fundo do mar. Da ação, participaram 97 voluntários que recolheram, entre outros, tênis, travesseiros, fitas cassete e muitas hastes de cotonetes. Só as guimbas de cigarro encheram três garrafas pet de 2 litros.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Ativistas recolheram mais de 460 kg de lixo na Praia de Copacabana Tomaz Silva/Agência Brasil
Ambientalistas, voluntários e estudantes participam da ação global que marca o Dia Mundial de Limpeza nas praias do Rio de Janeiro. Tomaz Silva/Agência Brasil

Comentários