Prefeitura se adianta enquanto vereadores  decidem se Linha Amarela poderá ser encampada ou não - Reginaldo Pimenta
Prefeitura se adianta enquanto vereadores decidem se Linha Amarela poderá ser encampada ou nãoReginaldo Pimenta
Por O Dia
Rio - A Linha Amarela voltou a ter cobrança de pedágio nos dois sentidos, à 0h deste domingo, com a normalização do sentido Fundão. Quem ia para a Barra já pagava a taxa desde a última sexta-feira. A reativação acontece uma semana depois das cabines serem destruídas e bem antes do prazo inicial de um mês.
Após equipes da Prefeitura destruírem as cabines da Praça do Pedágio, a Lamsa informou que a reconstrução da Linha Amarela custaria cerca de R$ 3 milhões à concessionária e duraria um mês.
Publicidade
Protesto liberou de cobrança
Neste sábado, um grupo de manifestantes realizou um protesto na Praça de Pedágio da Linha Amarela e liberou a passagem de motoristas por pelo menos cinco minutos sem o pagamento da taxa, na manhã deste sábado, sentido Barra. O pagamento só foi retomado após a chegada da Polícia Militar. A Lamsa disse que a cobrança ficou suspensa por uma hora.
Publicidade
Os manifestantes forçaram a abertura das cancelas para impedir a cobrança. O protesto saiu da Barra da Tijuca e ganhou adesão de motoristas ao longo do caminho, causando transtornos no trânsito. As retenções começaram na altura do Gardênia Azul e foram até a Praça do Pedágio. Quatro pistas chegaram a ser interditadas pelo ato.