Leonardo de Moraes Gomes foi encontrado dentro de um Renault Kwid branco - Divulgação / Polícia Militar
Leonardo de Moraes Gomes foi encontrado dentro de um Renault Kwid brancoDivulgação / Polícia Militar
Por O Dia
Rio - Um suspeito de envolvimento na morte do PM Raphael Henrique Santos da Silva, de 31 anos, foi encontrado morto no sábado, em Mesquita, na Baixada Fluminense. O policial foi assassinado a tiros quando o pneu de seu carro furou em um dos acesso à Vila Kennedy, na Zona Oeste do Rio, na última terça-feira.
De acordo com a Polícia Militar, o suspeito Leonardo de Moraes Gomes estava escondido na casa dos pais na comunidade Sebinho, após ter confessado a eles que participou da morte do agente. Ele fazia parte do tráfico de drogas da Vila Kennedy.
Publicidade
O corpo de Leonardo foi encontrado por PMs do 20º BPM (Mesquita) dentro de um Renault Kwid branco, com placa de Nova Iguaçu. O carro havia sido roubado no sábado e estava abonando com marcas de tiros na Paulo Emílio Correia, no bairro Jacutinga. Dentro do veículo estavam um revólver calibre 38 com numeração raspada, com três munições intactas e duas usadas.
Um revólver foi encontrado dentro do carro - Divulgação / Polícia Militar
OPERAÇÃO APÓS MORTE
Publicidade
Um dia após a morte de Raphael Henrique, a Polícia Militar fez uma operação na Vila Kennedy. Na ocasião, o gerente do tráfico da localidade conhecida como Pedra foi preso, juntamente com outros três comparsas. Um quarto criminoso morreu durante a ação.