Incêndio em apartamento em Copacabana deixa um morto

A vítima, identificada como Sander Cavalere, de 46 anos, foi encontrada em óbito no local, o apartamento 903. A causa de sua morte ainda é desconhecida, mas será investigado pela Delegacia de Homicídios da Capital (DHC)

Por Adriano Araujo e Luana Dandara

Incêndio atingiu apartamento em prédio em Copacabana e uma pessoa morreu
Incêndio atingiu apartamento em prédio em Copacabana e uma pessoa morreu -
Rio - Um homem morreu em um incêndio que atingiu um apartamento de um prédio na Rua Sá Ferreira, em Copacabana, na Zona Sul do Rio, na manhã desta terça-feira. O fogo consumiu o imóvel, localizado no nono andar. 
Bombeiros do Quartel de Copacabana foram acionados às 7h14 e o fogo foi controlado às 8h19, com o rescaldo concluído às 9h10. A vítima, identificada como Sander Cavalere, de 46 anos, foi encontrada em óbito no local, o apartamento 903. A causa de sua morte ainda é desconhecida, mas será investigado pela Delegacia de Homicídios da Capital (DHC).
"Foi um susto, porque o fogo estava alto. A fumaça se espalhou. Era um homem que morava nessa quitinete, o via fumando cigarro na janela. Não vimos ninguém pedindo socorro ou gritando", diz Evanildo Thomasio, que trabalha como porteiro no prédio em frente onde houve o incidente.
A Delegacia de Homicídios disse que apura as circunstâncias da morte de Sander. "Diligências estão sendo realizadas para esclarecer o caso. Perícia de local foi acionada. As investigações estão em andamento", disse em nota.
A Rua Sá Ferreira, na altura da Rua Bulhões de Carvalho, chegou ser bloqueada por conta do trabalho do Corpo de Bombeiros, segundo o Centro de Operações Rio (COR).

Galeria de Fotos

Incêndio atingiu apartamento em prédio em Copacabana e uma pessoa morreu Reprodução Faceboook
Incêndio atingiu apartamento em prédio em Copacabana e uma pessoa morreu Reprodução Faceboook
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários