Polícia anuncia reforço em São Gonçalo após morte de 3N

Traficante foi morto durante uma ação conjunta entre o 7º BPM (São Gonçalo) e a Polícia Civil, em um sítio de Itaboraí, na divisa com São Gonçalo

Por Ana Mello* e Anderson Justino

Traficante Thomas Jhayson Vieira Gomes, o 3N
Traficante Thomas Jhayson Vieira Gomes, o 3N -
Rio - A Polícia Militar informou que irá reforçar o policiamento na região de São Gonçalo e municípios vizinhos. A informação é do porta voz da PM coronel Mauro Fliees. O objetivo é evitar que a região se torne uma praça de guerra após a morte do traficante Thomas Jayson Vieira Gomes, o 3N, e seus comparsas.
"Já planejamos um reforço operacional para a região. São Gonçalo terá apoio dos batalhões locais e também do batalhões especializados. Pode ocorrer alguma instabilidade naquela região, mas estaremos monitorando", afirmou Fliess.
Na manhã desta terça-feira, o traficante conhecido como 3N foi morto durante uma ação conjunta entre o 7º BPM (São Gonçalo) e a Polícia Civil, em um sítio de Itaboraí, na divisa com São Gonçalo, Região Metropolitana do estado. Outros cinco integrantes do "Bonde do 3N" que estavam escondidos junto com o traficante também foram mortos na operação.
3N chefiava o tráfico de drogas no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo. O criminoso era considerado um dos mais perigosos do Rio e o Disque Denúncia oferecia uma recompensa de R$ 20 mil para quem desse informações pela sua captura. Contra ele havia cinco mandados de prisão, entre eles um por tráfico de drogas e dois por associação para o tráfico.
De acordo com a Polícia Civil, o criminoso era monitorados há cerca de um mês e foi localizado neste sítio, que funcionava como esconderijo e ponto de encontro do bando, após denúncias repassadas ao Disque Denúncia (2253-1177). Quatro fuzis, quatro pistolas, granadas e diversos carregadores foram apreendidos com o grupo.
*Estagiária sob supervisão de Thiago Antunes

Galeria de Fotos

Traficante Thomas Jhayson Vieira Gomes, o 3N Reprodução da Internet
Xandinho era segurança e comparsa de 3N Reprodução/Internet

Comentários